Sergipe

10/11/2015 às 14h49

Com salários atrasados, professores ocupam sede da prefeitura de Laranjeiras

Redação Portal A8

Professores do município de Laranjeiras ocuparam na manhã desta terça-feira (10) a sede da prefeitura para cobrar o pagamento dos salários, que segundo a categoria, há três meses vem sendo pago com atraso.

Por volta das 9h, representantes do Sintese estiveram em reunião com o prefeito para discutir sobre o problema. Na tarde de hoje, será uma realizada uma assembleia entre os professores para decidir se haverá uma nova paralisação.

“Na semana passada paramos por três dias e alguns professores nem retornaram ao trabalho, pois grande parte mora em Aracaju e estava sem o dinheiro para o transporte. Estavam pagando para ir trabalhar, então continuam sem vir trabalhar até receberem o salário”, relatou a professora Orlenadja Santos da Silva.

A categoria questiona os atrasos nos salários, pois a verba destinada à folha dos professores é proveniente do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). “Já passou do quinto dia útil e nada dos salários e isso não tem explicação, pois tem a verba do Fundeb que é destinada para isso”, relatou a professora.  

De acordo com o diretor de comunicação da prefeitura, Reginaldo Santos, o pagamento referente ao mês de outubro foi depositado hoje na conta dos professores e não tem sido possível pagar a folha dentro do mês, pois os recursos do Fundeb não são suficientes. "O recurso que é proveniente do Fundo não é suficiente para pagar os professores, antes a prefeitura retirava do fundo particular para pagar dentro do mês, mas com a queda na arrecadação não etá sendo mais possível, por isso, é preciso esperar o depósito do Fundeb do mês seguinte para completar o pagamento", explicou. 

O representante da prefeitura também destacou que a reunião foi muito proveitosa e esclarecedora. "Foi possível explicar para o Sintese o que está acontecendo, retirando a desconfiança de que a prefeitura não tinha intensão de realizar o pagamento e também foi uma oportunidade de trocarmos ideias para melhoras as questões que envolvem a educação no município. No dia 26 de novembro teremos uma nova reunião entre os técnicos do Sintese e da prefeitura", destacou o diretor de comunicação.