Sergipe

06/11/2015 às 13h42

Sergipe tem 100% de adesão em edital de reposição do Mais Médicos

Ascom/SES

O edital de reposição do Programa Mais Médicos, que foi lançado no mês de outubro pelo Ministério da Saúde, teve 100% de adesão em Sergipe. Esse resultado demonstra o interesse dos profissionais pelo sistema.

Foram oito vagas ofertadas em sete municípios sergipanos: Cristinápolis, Japoatã, Lagarto, Estância, Laranjeiras, Santo Amaro das Brotas e Nossa Senhora do Socorro, este último com duas vagas disponíveis.

É importante ressaltar que todos os médicos inscritos no edital são brasileiros, o que consolida ainda mais o Programa. De acordo com a coordenadora estadual do Mais Médicos, Monalisa Fonseca, os profissionais têm até o próximo dia 10 de novembro para validar a inscrição nos municípios escolhidos. 

“Após esta data, eles devem se apresentar às prefeituras para iniciar as atividades nas Unidades Básicas de Saúde”, detalha.

A homologação será feita até dia 15 de novembro pelos gestores de cada cidade, confirmando a presença dos profissionais. “Este edital faz parte do plano de reposição definido pelo Ministério e vai renovar o quadro de médicos, preenchendo as vagas que estavam abertas devido à desistência de alguns profissionais”, explica Monalisa Fonseca, lembrando que Sergipe possui 202 médicos atuando pelo Programa em todo território.

Brasil

No total, o edital de reposição ofertou 327 vagas, sendo que 323 já foram ocupadas. Os inscritos tiveram que escolher entre os 264 municípios que ofertaram postos ociosos nesta etapa. Ao todo, 5.414 profissionais aderiram para disputar as oportunidades, o que resultou em uma concorrência de 16 candidatos por vaga, a maior já registrada desde o início do Programa.

A região Nordeste foi a que contou com maior quantitativo de vagas disponíveis neste edital: das 129 ofertadas, 128 já foram ocupadas. 

O Sudeste, segunda região com mais vagas abertas, preencheu 85 dos 86 postos. No Sul, 61 das 62 vagas foram ocupadas, e, no Norte, 31 no universo de 32. Já a região Centro-Oeste preencheu 100% das 17 vagas ofertadas neste edital.

Criado em 2013, o Programa Mais Médicos ampliou à assistência na Atenção Básica fixando médicos nas regiões com carência de profissionais. Com a expansão de 2015, o Programa passou a contar com 18.240 médicos em 4.058 municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), levando assistência para cerca de 63 milhões de pessoas.

 


Fonte: Ascom/SES