Sergipe

05/11/2015 às 18h53

Tribunal de Contas do Estado rejeita duas contas anuais de prefeituras

Redação Portal A8

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE), Luiz Augusto Ribeiro, votou pela rejeição das contas 2011 do ex-prefeito de Poço Redondo, Enoque Salvador; e pela rejeição, com recomendação, das contas 2011 do ex-prefeito de Areia Branca, Agripino Andelino Santos. Ambas as decisões foram julgadas na sessão do Pleno desta quinta-feira (5), quando foram apreciados 25 processos e 10 protocolos, sob a presidência primeiro do conselheiro Carlos Pinna e depois do conselheiro Clóvis Barbosa. Julgaram ainda os conselheiros Carlos Alberto Sobral, Ulices Andrade, Susana Azevedo e Angélica Guimarães, com a presença do procurador geral José Sérgio Monte Alegre.

O Tribunal considerou ainda irregulares as contas de três câmaras e uma secretaria municipal. O conselheiro Ulices Andrade, após pedir vista no processo relatado por Luiz Augusto Ribeiro, acompanhou o voto do relator e votou irregulares as contas 2012 da Câmara de N. Sra. da Glória, de interesse de Edvaldo Neves da Silva. Clóvis Barbosa votou irregulares as contas 2008 da Câmara Municipal de Santo Amaro das Brotas, cujo presidente era Geraldo Pereira dos Anjos, que recebeu multa de R$ 3 mil, e glosa para as ex-servidoras Margarida Pereira de Azevedo e Rosimary Silva Passos, de R$ 3.150,00, por recebimento indevido de diárias; e negou provimento do recurso de reconsideração interposto pelo ex-presidente da Câmara Municipal de Areia Branca, contra o TCE, permanecendo assim o voto pela irregularidade das contas e aplicação de multa.

Por sua vez, Susana Azevedo votou pela irregularidade das contas 2006 da Secretaria Municipal de Saúde de Lagarto, de interesse de Antônio Rodrigues de Oliveira Neto, com aplicação de multa e glosa.