Sergipe

26/10/2015 às 14h27

Homens armados assaltam ponto Banese de Muribeca e fazem clientes reféns

Redação Portal A8

Foi registrado na manhã desta segunda-feira (26) um assalto a um ponto Banese localizado no município de Muribeca. Três homens armados com pistolas invadiram o local por volta das 9h30, e renderam o funcionário, o vigilante e quatro clientes que estavam aguardando atendimento.

De acordo com uma das vítimas, José Cícero Colóia, o trio já chegou anunciando o assalto e com arma em punho tomaram a arma do vigilante e obrigaram o funcionário a abrir o cofre. “Eles ficavam repetindo que não queriam o dinheiro da gente, só o do governo. Com uma arma apontada para o funcionário mandaram que ele abrisse o cofre”, afirmou a vítima que destacou. “O rapaz que trabalha no banco ainda disse que o cofre demora muito para abrir, mas mesmo assim eles esperaram e levaram tudo que tinha, o que segundo o funcionário era quase R$70 mil”.

Os assaltantes ficaram pouco mais de 40 minutos no interior do ponto bancários e todos que chegavam para ser atendidos eram pegos como reféns. “Eles ficaram esperando o cofre abrir e todos que chegavam eles puxavam para dentro e ficavam presos. Uma mulher ainda tentou não entrar, mas eles puxaram pelo cabelo”, contou o senhor José Colóia.

Antes da fuga os homens prenderam todos os reféns dentro da sala do cofre e segundo relatos, fugiram a pé em direção a mata. De acordo com um dos reféns, na cidade não há batalhão da Polícia Militar e a delegacia não funciona. Foi preciso ligar para o 190 para que mandassem viaturas. O Grupamento Tático Aéreo (GTA) foi acionado para ajudar nas buscas. Diligencias estão sendo realizadas pela PM e Polícia Civil.

Em relação ao valo levado, a assessoria do Banese informou que está sendo realizada uma auditoria para confirmar o valo levado, mas adiantou que a quantia informada pelo relato de um dos reféns não procede. Ainda segundo a assessoria, existe um sistema no Banese que evita de disponibilizar grandes volumes de dinheiro em agênias e pontos do interior, colocando apenas o necessário.