Mundo

22/03/2016 às 10h05

Explosões na Bélgica deixam ao menos 26 mortos e 136 feridos

R7

R7
As explosões que ocorreram na manhã desta terça-feira (22) em Bruxelas, no aeroporto internacional e numa estação do metrô, deixaram pelo menos 26 mortos e outras 136 pessoas feridas.

No aeroporto, 11 pessoas morreram e 81 ficaram feridas, segundo números confirmados pela ministra da Saúde, Maggie De Block, à televisão pública RTBF. Na estação do metrô, pelo menos 15 pessoas morreram e 55 ficaram feridas, entre elas 10 em estado grave.

Duas explosões, uma delas “provavelmente causada por um ataque suicida” segundo o procurador belga, foram registradas no aeroporto e outra na estação de metrô de Maelbeek.

"A maioria dos feridos já foi retirada dos locais, mas a situação é ainda caótica", acrescentou.

Ataques simultâneos

Uma dupla explosão no Aeroporto de Zaventem, em Bruxelas, além de uma bomba em uma estação de metrô deixaram a capital belga em alerta máximo. Os ataques ocorreram quatro dias após a operação que prendeu Salah Abdeslam, um dos principal suspeitos pelos atentados em Paris ocorridos em 2015. 

 Fontes do Belgocontrol, o órgão que regula a navegação aérea civil na Bélgica e em Luxemburgo, informaram que o aeroporto foi fechado e a maioria dos voos desviados para outros aeroportos da região.

O trânsito ferroviário com ligação às instalações aeroportuárias também foi fechado. Uma fumaça preta sai da entrada da Estação de Maalbeek, situada na rua de Loi, perto das instituições europeias, segundo imagens de televisão. O serviço de metrô foi suspenso.

Imagens de diferentes meios de comunicação e das redes sociais mostram densa nuvem de fumaça saindo também de um dos terminais do aeroporto, enquanto dezenas de passageiros correm para o exterior do prédio com suas malas.

Segundo uma testemunha citada pela rádio pública RTBF, as explosões ocorreram perto de uma porta de embarque para os Estados Unidos, onde estavam muitos passageiros. A testemunha descreve “muitas pessoas ensanguentadas”.

Pela rede social Twitter, a empresa que administra o aeroporto de Bruxelas informou que todos os voos foram cancelados e que o edifício está sendo evacuado.

“Não venha para a área do aeroporto”, lê-se numa das mensagens, na sequência das duas explosões em Zaventem, localizado a cerca de 15 km de Bruxelas.


Fonte: R7