Mundo

26/10/2015 às 13h08

Marido decapita ex-mulher e joga corpo em rio após uma disputa pela guarda do filho

R7

Um homem acusado de ter decapitado sua ex-mulher foi preso após o corpo da vítima ter sido encontrado em um rio.

Olga Onipenko, de 18 anos de idade, foi degolada e morta por Viktor Onipenko, de 22 anos. Após a morte ela teve suas vísceras arrancadas.

O corpo foi encontrado no rio Krivaya Bolda, Rússia, próximo à cidade de Astrakhan. Dias antes a cabeça da jovem havia sido localizada pela polícia em outro local.

As autoridades alegaram que durante uma briga pela custódia do filho, de 9 meses de idade, o homem esfaqueou a ex-companheira no estômago e nas costas.

Viktor Onipenko, de 22 anos, acusado de ter decapitado sua ex-mulher, foi preso após o corpo da vítima ter sido encontrado em um rio próximo à cidade de Astrakhan, Rússia.

O rapaz confessou o crime brutal, mas seu pai não acredita que o filho tenha sido capaz de cometer tal atrocidade.

A criança foi levada para um orfanato.

 


Fonte: R7