Esportes

18/08/2016 às 16h34

Brasileiras Martine e Kahena levam ouro na vela

R7

2016Matthias Hangst/Getty Images
No último dia de competições da vela na Rio 2016, o Brasil enfim conseguiu uma medalha em um dos esportes que mais subiu ao pódio na história das Olimpíadas. Na categoria 49er FX, a dupla Martine Grael e Kahena Kunze venceram a regata da medalha e conquistaram o ouro.

Com 18 medalhas, a vela é o segundo esporte com mais medlahas olímpicas, atrás apenas do judô, com 22.

E Martine ainda escreve mais uma vez o nome dos Grael na história, com a oitava medalha da família. Torben Grael, seu pai, tem cinco medalhas (ouro em Atlanta 1996 e Atenas 2004; prata em Los Angeles 1984; e bronze em Seul 1988 e Sidney 2000), enquanto seu tio Lars conquistou dois pódios (bronze em Seul 1988 e Atlanta 1996).

Kahena e Martine chegaram à etapa final praticamente empatadas com outros três conjuntos: Espanha, Dinamarca e Nova Zelândia.

As brasileiras largaram na frente, mas foram ultrapassadas por Alex Maloney e Molly Meech, da Nova Zelândia, na segunda das cinco boias.

As neozelandesas mantiveram a ponta até a quarta marca, quando chegaram a colocar mais de 60 metros de vantagem. Antes de passarem pela quinta e última boia, Martine e Kahena adotaram uma estratégia diferente e superaram as adversárias, assumindo a dianteira na última parte da prova.

As brasileiras completaram a prova em 21m21s, levando o ouro. A dupla da Nova Zelândia chegou apenas dois segundos atrás e ficou com a prata. O bronze foi para as dinamarquesas Jena Hansen e Katja Steen Salskov-Iversen, que chegaram em quarto lugar na regata da medalha.

A vela traz medalhas para o Brasil desde as Olimpíadas da Cidade do México, em 1962. De lá para cá ocorreram 12 edições dos Jogos, e somente em dois o esporte não subiu ao pódio: Barcelona 1992 e Munique 1972.

 


Fonte: R7