Esportes

08/04/2016 às 10h53

Alemanha pode cruzar caminho do Brasil no futebol olímpico

R7

A seleção brasileira poderá ter um reencontro nada agradável no futebol masculino nas Olimpíadas do Rio de Janeiro. Isso porque, a Fifa definiu os cabeças de chave da competição nesta sexta. País sede, o Brasil será um, ao lado de Argentina, México e Japão.

A Alemanha, responsável pelo inesquecível 7 a 1 estará no Pote 4 e poderá cair com a seleção brasileira. Outro possível confronto que não seria muito favorável seria com a Nigéria, que eliminou o Brasil em 1996 e estará no Pote 2.

A Fifa explicou que a divisão das seleções nos potes para o torneio masculino foi definida através de um ranking que levou em consideração o desempenho das seleções nas últimas cinco edições dos Jogos Olímpicos, com as disputas mais recentes tendo um peso maior. Além disso, as equipes que venceram os torneios classificatórios continentais receberam um bônus.

Sede da Olimpíada, o Brasil já sabe até que vai ser o cabeça de chave do Grupo A. Os dois primeiros jogos da seleção serão disputados no Mané Garrincha, em Brasília, e o último na Fonte Nova, em Salvador. O sorteio dos grupos, tanto do masculino, quanto do feminino, acontecerá no próximo dia 14, no Estádio do Maracanã. Confira os potes que definirão as chaves da Rio 2016.

Pote 1: Brasil, Argentina, Japão e México

Pote 2: Nigéria, Coreia do Sul, Honduras e Iraque

Pote 3: Suécia, Fiji, Portugal, Africa do Sul

Pote 4: Argélia, Colômbia, Dinamarca, Alemanha

Futebol feminino

A competição feminina do futebol na Olimpíada do Rio será disputada por 12 seleções divididas em três grupos. O Brasil é um dos cabeças de chave, já estando definido que vai liderar o Grupo E. As outras duas equipes presentes ao Pote 1 são as seleções da Alemanha e dos Estados Unidos.

Para dividir as equipes classificadas aos Jogos do Rio em potes, a Fifa utilizou a última edição do seu ranking, divulgada em 25 de março. Assim, norte-americanas e alemãs, primeira e segunda colocada, respectivamente da lista, se juntam ao país-sede Brasil como cabeças de chave.

Pote 1: Brasil, EUA, Alemanha

Pote 2: França, Austrália, Suécia

Pote 3: Canada, China, Nova Zelândia

Pote 4: Colômbia, África do Sul, Zimbábue


Fonte: R7