Esportes

11/01/2016 às 18h10

Messi ganha pela quinta vez prêmio de melhor jogador do mundo

Agência Brasil

Foto: Agência Lusa

O argentino Lionel Messi, camisa 10 do Barcelona, ganhou hoje (11) seu quinto prêmio de melhor jogador do mundo, em festa oganizada pela Federação Internacional de Futebol (Fifa). Messi já havia ganho a Bola de Ouro em 2009, 2010, 2011, 2012. O argentino desbancou novamente o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid e, este ano, o brasileiro Neymar.

“É uma noite muito especial para mim, voltar a vencer uma Bola de Ouro, que foi para o Ronaldo nos últimos dois anos. Queria agradecer a todos que votaram em mim e aos meus companheiros. Agradeço a tudo que o futebol me proporcionou na vida, as coisas boas e ruins”, disse o argentino.

Após um ano de 2014 marcado por lesões, Messi recuperou a forma no ano seguinte e liderou o Barcelona em um ano de conquistas dos campeonatos mais importantes que disputou.

Esta edição foi marcada também pela primeira participação de Neymar entre os três finalistas. Foi a primeira vez desde 2007 que um brasileiro fica entre os três melhores do mundo. Na ocasião, Kaká desbancou os próprios Lionel Messi e Cristiano Ronaldo.

Também jogador do Barcelona, Neymar teve um ano de 2015 muito inspirado com a camisa do time catalão. Ao lado de Messi, Neymar ajudou o time a conquistar o Campeonato Espanhol, a Copa da Espanha e a Liga dos Campeões, maior e mais importante competição de clubes do mundo, com direito a gol na final, contra a Juventus da Itália.

A cerimônia foi realizada na tarde desta segunda-feira em Zurique, na Suíça. Os três finalistas são determinados após votação dos capitães e técnicos das 207 seleções dos países membros da Fifa, além de representantes da imprensa de internacional.

Não bastasse a feroz rivalidade em campo entre Barcelona e Real Madrid, a disputa pessoal entre o português e o argentino pelo prêmio é antiga. Desde 2007 os dois brigam pela honraria, com exceção de 2010, quando o português não ficou entre os três mais votados. A partir daí, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo passaram a revezar na preferência mundial.

Em 2008, o português foi o primeiro dos dois a ganhar o prêmio. Entretanto, Ronaldo viu o argentino ganhar nos quatro anos seguintes. Em 2013 e 2014, o meia do Real Madrid voltou a vencer. O prêmio de Messi prolonga a hegemonia dividida pelos dois jogadores que ainda estão em ótima forma nos campos.

O brasileiro Wendell Lira ganhou o prêmio de gol mais bonito de 2015. Lira marcou um gol de bicicleta contra o Atlético Goianiense, quando jogava pelo Goianésia (GO). “Queria agradecer a minha família e a nação brasileira”, disse Lira.

O brasileiro, hoje jogador do Vila Nova (GO), citou a parábola bíblica de Davi contra Golias para expressar a emoção ao ganhar o prêmio, desbancando o argentino Lionel Messi e o italiano Alessandro Florenzi. Wendell Lira destacou a alegria de estar no evento ao lado de jogadores "que só conhecia no videogame".

Já o prêmio de melhor jogadora de 2015 ficou com a norte-americana Carli Lloyd. “É uma honra, [ganhar esse prêmio]. Foi um sonho desde que comecei minha jornada com a seleção dos Estados Unidos. Gostaria de agradecer a todos que votaram em mim”, disse Carli Lloyd.

Os melhores técnicos foram Luis Enrique, do Barcelona, e Jill Ellis, treinadora da seleção feminina dos Estados Unidos, atual campeã do mundo.


Fonte: Agência Brasil