Entretenimento

12/11/2015 às 10h24

Projeto Roda de Choro Sergipana fará apresentações gratuitas na praça Fusto Crdoso

Assessoria

O Projeto Roda de Choro Sergipana visa organizar em nosso estado uma série de atividades de resgate, fortalecimento, promoção e divulgação, por meio da mobilização cultural, da formação de novos músicos e de público, assim como, ações que propiciem a prática desse gênero musical de forma espontânea e ao ar livre ocupando espaços públicos da cidade, além da construção de novos palcos para a realização de espetáculos do gênero musical Choro em Sergipe.

É ainda objetivo do projeto a constituição de um coletivo de músicos intitulado “Coletivo Roda de Choro Sergipana”, que realizará atividades semanais de divulgação e incentivo à prática musical do Choro no território sergipano e a divulgação dos nossos músicos além-fronteiras.

Os integrantes do coletivo organizarão todos os sábados a partir das 11:00h da manhã na praça Fausto Cardoso em Aracaju, um encontro aberto de músicos para a execução de obras clássicas do Choro, cujo repertório e as partituras serão postados em nossas páginas nas redes sociais para incentivar a participação de músicos profissionais e amadores de todos os instrumentos. O coletivo promoverá também todas as sextas no Iate Clube de Aracaju espetáculos com consagrados grupos de choro sergipanos.

O projeto teve início no dia 07/11 com a apresentação aberta na praça Fausto Cardoso envolvendo os quatro grupos fundadores do Coletivo, Quinteto Brasil in Choro, Brasileiríssimo, Dom José do Ban e Seus Chorões, e Os Tabaréus, e no Iate Clube de Aracaju a partir do dia 13/11, as 20:00hs, com a apresentação do grupo Dom José do Ban e Seus Chorões e ao final uma grande roda de choro com os músicos da cidade.

O QUE: PROJETO RODA DE CHORO SERGIPANA”.

QUANDO: TODAS AS SEXTAS 20H.

                   TODOS OS SÁBADOS 11H.

ONDE: SEXTAS NO IATE CLUBE DE ARACAJU, BAR DE BEL.

             SÁBADOS NA PRAÇA FAUTO CARDOSO.

QUANTO: SEXTAS R$ 10,00

                 SÁBADOS GRATUITO


Fonte: Assessoria