Brasil

17/09/2016 às 12h36

Domingos Montagner é enterrado sob aplausos e músicas de circo

R7

Na manhã deste sábado, aconteceu o velório e o enterro de Domingos Montagner. O ator de 54 anos morreu na última quinta-feira, ao se afogar no rio São Francisco, em Canindé, no Sergipe.

Casado e pai de três filhos, ele estava na cidade para gravar as cenas finais de Velho Chico, novela na qual era o protagonoista. As homenagens póstumas ao ator começaram por volta das 8h da manhã, quando o caixão com o corpo chegou ao teatro Fernando Torres, no bairro do Tatuapé, em São Paulo.

No local, o ator foi velado com a presença de colegas de elenco, amigos e familiares. Os filhos do ator, todos ainda muito novos, não foram ao velório e nem ao sepultamento. Luciana Lima, viúva de Domingos, preferiu comparecer sozinha.

Thiago Lacerda comentou sobre a perda precoce do amigo. "Domingos era um colega inesquecível. Vou ficar com bastante saudades", refletiu.

Já a atriz Iara Jamra diz que a lembrança que fica de Domingos é "a simplicidade, a liderança e o caráter excepcional". Alexandre Nero ainda salientou que a comoção pela morte do ator está conectada mais com a pessoa que ele era do que com o fato de ser famoso. "Nesse momento, só penso na mulher dele e na Camila Pitanga", comentou.

Por volta das 10h da manhã, parentes e amigos se dirigiram ao cemitério da Quarta Parada, a 3km do Teatro Fernando Torres. O cortejo teve escolta da Polícia Militar. O enterro foi rápido e durou cerca de meia hora. Por volta do meio dia, o caixão com o corpo de Domingos foi sepultado sob uma emocionante salva de palmas.

Embora a despedida tenha sido planejada para ser reservada e sem a presença de fãs, alguns admiradores do ator que se aglomeraram na porta do cemitério, conseguiram invadir o local.

Em cima dos túmulos, curiosos tiravam fotos do caixão e dos famosos. Apesar desse tumulto, nada de mais grave aconteceu.

Francisco Montagner, irmão do ator, foi o único parente a falar com a imprensa. Após o velório, ele concedeu uma entrevista coletiva ressaltando as qualidades de Domingos. 

"É quase inimaginável. Todos sentem. Queria dizer a todos que isso é possível porque Montagner vivia tudo que fazia com muita dedicação, comprometimento e força. É isso que todos têm que fazer em suas vidas profissionais. Só assim a vida será boa e feliz. Vivam como ele viveu cada momento", resumiu.

 


Fonte: R7