Brasil

03/02/2016 às 16h11

Dilma anuncia 3ª fase do Minha Casa Minha Vida para março

Agência Brasil

Agência Brasil
A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta quarta-feira (3) o lançamento da terceira fase do programa Minha Casa Minha Vida para o mês de março. Conforme os cálculos do governo federal, a 3ª etapa do principal programa habitacional do País vai entregar 2 milhões de moradias até o final do seu segundo mandato.

— Nós, no início de março, estamos fechando o programa Minha Casa Minha Vida 3. [...] Agora, estamos fechando o Minha Casa Minha Vida 3, que tivemos de rever os valores, pois o Brasil passa por dificuldades, mas iremos fazer em torno de 2 milhões de moradias a mais até 2018.

A presidente comemorou a terceira etapa do programa, uma vez que, em oito anos, a petista prevê a entrega de 6 milhões de unidades do Minha Casa Minha Vida.

— Quando fechar esse período, vamos ter chegado a quase 6 milhões de moradias: 2 milhões de agora e 4 milhões acumulando no Minha Casa Minha Vida 1 e 2. É o maior programa habitacional da América Latina. [...] É o maior programa popular de interesse social da América Latina.

Em seu discurso para uma plateia lotada, a presidente reconheceu que "o Brasil passa por dificuldades", mas avisou que o governo dela não corta programas sociais.

— Nós, de maneira alguma, cortamos programas sociais. Fizemos um esforço imenso para manter o Minha Casa, Minha Vida. fizemos outro esforço e mantivemos o Pronatec [...]. Sempre olhamos nossos programas e os melhoramos, sempre focamos no que é melhor para as pessoas.

Dilma participou, em Indaiatuba (SP), da entrega simultânea em de 7.840 unidades da segunda fase do Minha Casa Minha Vida. Além da cidade do interior de São Paulo, que recebeu 2.048 moradias em um condomínio-modelo, também foram beneficias as cidades de Itu (SP), Jundiaí (SP), Salvador (BA), Camaçari (BA), Luís Eduardo Magalhães (BA), Caucaia (CE), Timon (MA) e Campo Mourão (PR).

Mosquito Aedes aegypt

Dilma reservou boa parte da sua fala para pedir empenho dos brasileiros para combater o mosquito Aedes aegypt, vetor do vírus zika, que causa a microcefalia. O mosquito também transmite a dengue e a chikungunya. A petista pediu a atenção de todos "para uma luta muito importante".

— A microcefalia ataca fetos e mulheres com fetos nos primeiros meses de gestação e provoca um dano neurológico. O cérebro da criança e sua massa encefálica não crescem direito. É fundamental fazer duas coisas: a primeira é buscar incansavelmente uma vacina, inclusive em parceria com os Estados Unidos, eu falei pessoalmente com o presidente Obama sobre isso. O [Instituto] Butantan também está fazendo uma parceria com um laboratório francês. Nós vamos buscar de todos os jeitos desenvolver essa vacina. De hoje até lá, as grávidas do nosso País não podem esperar. Assim, nós temos de combater o mosquito. Nós temos que impedir que o mosquito nasça.

No final, Dilma foi didática: "O mosquito coloca seus vazos onde há água parada, igualzinho ao mosquito da dengue. A fêmea vai lá e bota os ovos. Há um empenho do governo federal, estadual e das prefeituras nesse sentido".

 


Fonte: Agência Brasil