Brasil

26/12/2015 às 12h01

Tesouro Direto rende 29,4% a mais que a caderneta de poupança em um ano de aplicação

Redação Portal A8

O Tesouro Direto está ganhando um espaço cada vez maior entre as opções de investimento com boa rentabilidade e risco baixo. O valor mínimo de R$ 30 para investir e a facilidade de comprar e vender os títulos pela internet dão um caráter bem popular ao Tesouro Direto.

Atualmente, são 604.302 investidores cadastrados, sendo 220.682 deles com aplicações ativas. No Tesouro Direto, o investidor negocia títulos do governo em prazos pré-determinados. 

Na comparação com a caderneta de poupança, a rentabilidade do Tesouro Direrto é maior. Enquanto na poupança a rentabilidade anual é de 8,5%, o investidor consegue 11%, já descontado o Imposto de Renda, em um título conservador como o Tesouro Selic, que rende o equivalente a taxa básica de juros, que hoje está em 14,5% ao ano e tem tendência de alta para 2016.

O valor mínimo para aplicar no Tesouro Selic é R$ 70.  Em média, as aplicações neste tipo de título rendem 29,4% a mais que a caderneta de poupança. O investidor que aplicou R$ 1.000 na poupança teve uma rentabilidade de R$ 85. O mesmo valor aplicado no Tesouro Direto iria render R$ 110, já com o desconto do Imposto de Renda. 

Para aplicar no Tesouro Direto, o investidor precisa do CPF, de uma conta em banco e ser cadastrado numa corretora. A escolha dos títulos e a negociação é feita pelo site do Tesouro Direto. O investidor precisa escolher o tipo de tipo do título e a data do vencimento. A incidência do Imposto de Renda depende do prazo da aplicação. Para o prazo de até seis meses, o imposto é mais alto, 22,5% sobre a rentabilidade. Para o prazo de seis meses a um ano, cai para 20%. Se o prazo da aplicação for de um a dois anos, o governo cobra 17,5%. A menor alíquota de Imposto de Renda é para as aplicações com prazo acima de dois anos, para esses investimentos, o IR é de 15%.

O investidor também precisa ficar de olho na taxa de administração cobrada pela corretora. Essas taxas variam de 0% a 2%, por isso, vale a pena pesquisar bem antes de escolher a instituição. A lista das corretoras cadastradas está no site do Tesouro Direto.