Blog / Dicas e destinos

Dicas e destinos

Shislane Silva « página inicial do blog

Jornalista com especialização em Assessoria de Comunicação e Novas Tecnologias pela Universidade Tiradentes. Em 2011 fez intercâmbio na Omnicom School of Languages em Toronto (Canadá), tendo a oportunidade ainda de conhecer Quebec, Otawa e Montreal, fez estágios na área de comunicação no Sesc e Secretaria de Estado do Turismo. Foi repórter do Jornal Cinform, comandou por mais de dois anos a Assessoria de Comunicação da Empresa Municipal de Serviços Urbanos ( Emsurb) e atualmente integra o setor de comunicação da Secretaria Municipal do Planejamento, Orçamento e Gestão ( Seplog). O maior hobby é viajar e entre suas melhores experiências, estão ter conhecido em 2014 o Peru com as regiões de Lima, Cusco, Machu Picchu, Águas Calientes e Buenos Aires.

07/02/2017 às 14h32

Reforma do Memorial Histórico de Japaratuba merece destaque!

Visando à valorização da cultura de Japaratuba, as Secretarias de Obras e Cultura, Turismo e Eventos estão promovendo uma reforma no Memorial Histórico de Japaratuba Drº Otávio Accioli Sobral. É no encontro da rua Marechal Floriano Peixoto com a praça Padre Caio Tavares, na área central da cidade, que está localizado o Memorial Histórico de Japaratuba. O antigo casarão, erguido no século XIX, sendo transformado em museu em 1996, abriga parte da história do município -- e, também, conta um pouco da trajetória da região do Vale do Contiguiba e Japaratuba.

A arquitetura do prédio em estilo colonial carrega uma das principais marcas da cultura japaratubense, mas, com o passar do tempo e ausência de manutenção, sofreu muitas degradações e, por isso, está passando por diversos serviços de reparo.

“O Memorial abriga centenas de peças, incluindo arte sacra, profana, cultural e residencial, e, em cada uma delas, a história do nosso povo é contada. Esse trabalho de catalogação dos objetos e manutenção do prédio será de grande importância para a reabertura do espaço e, consequentemente, divulgação da história do município”, explica Magnólia Gois Menezes, coordenadora do setor.

A coordenadora revela ainda que, em no máximo dois meses, todas as obras serão catalogadas e novamente expostas à comunidade e turistas. “Alguns serviços de ordem elétrica e reparos no piso também serão feitos. Estamos em ritmo acelerado para, dentro de 60 dias, reorganizarmos o Memorial e, assim, abrir para a visitação.”, completa.

O turismo no interior de Sergipe precisa sair do trivial e se dedicar em ações como esta, pois fortalece a preservação da cultura local e incentiva o envolvimento das novas gerações nestes projetos. Bravo!

Postado por Shislane Silva
Comentários