Blog / Dicas e destinos

Dicas e destinos

Shislane Silva « página inicial do blog

Jornalista com especialização em Assessoria de Comunicação e Novas Tecnologias pela Universidade Tiradentes. Em 2011 fez intercâmbio na Omnicom School of Languages em Toronto (Canadá), tendo a oportunidade ainda de conhecer Quebec, Otawa e Montreal, fez estágios na área de comunicação no Sesc e Secretaria de Estado do Turismo. Foi repórter do Jornal Cinform, comandou por mais de dois anos a Assessoria de Comunicação da Empresa Municipal de Serviços Urbanos ( Emsurb) e atualmente integra o setor de comunicação da Secretaria Municipal do Planejamento, Orçamento e Gestão ( Seplog). O maior hobby é viajar e entre suas melhores experiências, estão ter conhecido em 2014 o Peru com as regiões de Lima, Cusco, Machu Picchu, Águas Calientes e Buenos Aires.

11/12/2015 às 10h05

Rota do Cangaço - Piranhas

Foto: Shis Vitória

Para quem busca um mix de aventura e história em um só passeio, o roteiro de Piranhas rumo à Fazenda Angicos é a melhor opção. Navegar pelas águas do rio São Francisco, percorrer ao meio da caatinga e conhecer os passos de Lampião em um clima quente com a sensação térmica de 40 graus, trilhas ecológicas, visitar a cidade histórica de Piranhas, são algumas das opções deste passeio que me encantou desde o primeiro momento. 

Eu já conhecia Xingó em visita até os Cânions e a oportunidade de explorar a região de Angicos em Piranhas, surgiu de um convite feito pela Agência Young Tour que organiza durante todo o ano excursões até o local. Confesso que achei um roteiro bem mais completo que o de Xingó, primeiro porque em Piranhas o turista tem a chance de perceber a verdadeira navegação pelas águas do rio, já que percorre pelo baixo São Francisco em que as águas não passam pela represa. Ao longo do meu diário de bordo vocês irão entender da minha satisfação ter sido maior neste roteiro.

Saímos de Aracaju por volta das 5h da manhã e chegamos à cidade de Piranhas por volta das 9h, e logo embarcamos no catamarã rumo à fazenda Angicos em Alagoas. Ao chegar, visualizamos um local com uma estrutura atrativa e organizada para receptivo. Se jogar no “skibunda”, relaxar no banho doce de águas claras, visitar o museu de pau a pique Grota do Angico que reúne peças características do cangaço, bodega do lampião para quem deseja comprar lembrancinhas são exemplos de como o local preenche o dia de quem visita com muitas opções de entretenimento.

A consultora de viagens Jennyfer Thaynara diz que o roteiro é mais explorado por turistas da Bahia e outras regiões. “O passeio da Rota Cangaço é uma excelente opção para quem não está com tanto tempo disponível para viajar ou por questões financeiras, já que a agência oferece excursões em que o turista vai e retorna no mesmo dia. É um passeio pouco aproveitado pelos sergipanos ainda e o nosso maior público são baianos que até moram na capital e pessoas de outras cidades. Piranhas faz parte da região “Caminhos do São Francisco” e é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional-IPHAN, localizada às margens do Rio São Francisco a cidade ainda preserva um patrimônio no estilo colonial”, justifica.

Como toda regra tem sua exceção, o casal Jéssica Clark e Alan Douglas que são sergipanos não perderam a oportunidade em visitar um novo destino. “Tivemos conhecimento do passeio pelas redes sociais e superou as nossas expectativas. E apesar do forte calor estamos satisfeitos com a beleza do local e todo seu contexto”, disse Jéssica.

Foto: Shis Vitória

Trilha

Eu cheguei à conclusão que não tenho maturidade para lidar com tanto calor em vida (risos)... Acho que mesmo eu contando como o local é quente, vocês não conseguem chegar nem perto da sensação! A Trilha tem o objetivo de percorrer os passos de Lampião e o destino final é o local em que o bando dele que inclui Maria Bonita e os cangaceiros foram atacados e mortos. O segredo é levar muita água e fazer o percurso com calma, pois o clima abafado desgasta e nos força a desistir. No entanto, é uma experiência histórico-cultural excelente e a trilha já está incluída no pacote do passeio ao custo de R$ 160.

Catamarã

É por meio do catamarã que todo o passeio se inicia e com uma duração de aproximadamente meia hora, o turista pode apreciar a paisagem ribeirinha navegando pelas águas do Rio São Francisco. Durante o translado, um dos comandantes do barco vai contando fatos históricos do local e para amenizar o calor existem chuveiros que retiram água do “Velho Chico” e banham os turistas, um verdadeiro alivio! 

Foto: Shis Vitória
Museu do Sertão

O Museu do Sertão “Marília Rodrigues” está localizado em Piranhas e o custo da visitação é de R$ 2,00. É uma viagem ao mundo do cangaço que reúne muitas fotografias, utensílios da época, além de explorar alguns aspectos peculiares de Piranhas e sua cultura.

Bodega do lampião

Sou daquele tipo de pessoa que se eu viajar tenho que no mínimo trazer um imã de geladeira como lembrança. Adoro esses locais! E na bodega do lampião além de mini lembrancinhas o turista pode encontrar artigos em bordados típico da região. 

 

Almoço

O almoço já está incluso no pacote do passeio que citei o valor acima, mas para quem não foi até o local por excursão, o buffet tem o custo de R$30. As moquecas de peixe são os pratos fortes do local.

Espero que tenham gostado do meu diário de bordo e que meu relato desperte a curiosidade de vocês para visitar Piranhas. Tenho pretensões de voltar e passar um final de semana hospedada na linda cidade colonial, pois ouvi tantos depoimentos de que a noite em Piranhas é mágica que cheguei em Aracaju com a vontade de retornar. Até breve e com novas histórias!!

 

Imagens
  • Foto: Shis Vitória
  • Foto: Shis Vitória
  • Foto: Shis Vitória
  • Foto: Shis Vitória
  • Foto: Shis Vitória
  • Foto: Shis Vitória
  • Cidade de Piranhas / Foto: Shis Vitória
  • Cidade de Piranhas / Foto: Shis Vitória
  • Foto: Shis Vitória
  • Foto: Shis Vitória
Postado por Shislane Silva
Comentários