Blog / Dicas e destinos

Dicas e destinos

Shislane Silva « página inicial do blog

Jornalista com especialização em Assessoria de Comunicação e Novas Tecnologias pela Universidade Tiradentes. Em 2011 fez intercâmbio na Omnicom School of Languages em Toronto (Canadá), tendo a oportunidade ainda de conhecer Quebec, Otawa e Montreal, fez estágios na área de comunicação no Sesc e Secretaria de Estado do Turismo. Foi repórter do Jornal Cinform, comandou por mais de dois anos a Assessoria de Comunicação da Empresa Municipal de Serviços Urbanos ( Emsurb) e atualmente integra o setor de comunicação da Secretaria Municipal do Planejamento, Orçamento e Gestão ( Seplog). O maior hobby é viajar e entre suas melhores experiências, estão ter conhecido em 2014 o Peru com as regiões de Lima, Cusco, Machu Picchu, Águas Calientes e Buenos Aires.

16/11/2015 às 08h52

Reino dos Tambaquis

Em um domingo comum, recebi a ligação de minha mãe com a saudosa ideia de irmos até a Lagoa dos Tambaquis. Aceitei na hora o convite e pegamos a estrada com destino à praia do Abaís, localizada no município de Estância, 68 km da capital. A presença destes animais na região é de conhecimento a nível nacional, no entanto, o que muitos não sabem é como a presença do Colossoma macropomum -peixe de água doce característico da região Norte, além dos Estados de Mato Grosso, Goiás, São Paulo, Minas Gerais e Paraná-, chegou até o litoral sul de Sergipe.

Populares relatam que para combater a quantidade de doentes com esquistossomose ( há uns 20 anos atrás), pescadores da região decidiram comprar 100mil filhotes da espécie, já que também se alimentam de larvas de caramujos e com isso, distribuíram os peixes em toda a área da lagoa que possui 10 km de extensão. E de uma iniciativa para combater um mal, acabou surgindo um atrativo turístico e dos bons!

O local mais famoso para encontrar e se divertir com os peixes é o bar e restaurante Lagoa dos Tambaquis, mas o turista assim que chega ao Abaís pode perceber que existem vários estabelecimentos e também, com a exibição da espécie. No meu caso, não tive escolha e como estava em família foi voto vencido! A Lagoa dos Tambaquis, a popularmente conhecida como “lagoa de Gildo” que também serve de camping, prevaleceu na opção. Para entrar no local, o visitante efetua o pagamento de três reais que dá acesso ao restaurante e a lagoa. O banho é à vontade e se o turista está com disposição de interagir com os peixes na exuberante lagoa de águas claras, pode comprar uma porção de ração ao custo de dois reais. Os Tambaquis são bem dóceis e o mais divertido são as “piabinhas” que de vez ou outra dão mordidinhas na gente. Nada de assustar! É uma alternativa de passeio até bem recomendado para crianças.

O local serve caranguejo e várias opções de almoço e nada melhor, para agregar valor ao clima de praia que uma cerveja gelada ( quesito aprovado no local, pois a cerveja é servida no ponto certo). Uma Moqueca de Aratu e de peixe para refeição pode variar de R$ 40,00 a R$ 60,00.

Separei algumas imagens da minha ida até o local para aguçar a curiosidade de alguns, ou para motivar uma nova visita de quem já conhece a lagoa. Aproveitem!

Como Chegar?

Basta sair pela Rodovia José Sarney e pegar a ponte Joel Silveira que atravessa o rio Vaza-Barris. No caminho dá para visualizar a entrada de outras praias do litoral sul, como Caueira e Praia do Saco.

Imagens
Postado por Shislane Silva
Comentários