Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
07/03/2017 às 07h45

Novela fedorenta

Novela fedorenta

Os aracajuanos acompanham com as mãos no nariz a fedorenta novela do lixo urbano. Só ontem assistiram mais dois capítulos de uma série sem fim programado. Pela manhã, o Ministério Público informou ter conseguido uma liminar obrigando a renovação, por 70 dias, do contrato com a Cavo. À tarde, a Prefeitura divulgou ter contratado, por seis meses, as empresas Torre, Hidromax, Estre Ambiental e BTS Ambiental. Antes de efetivar estes novos contratos, a administração municipal vai precisar derrubar a liminar. Pior é que, enquanto se briga por um negócio de milhões, o lixo segue amontoado nas ruas, vielas, praças e avenidas, transformando Aracaju no paraíso dos ratos, baratas e, principalmente, do perigoso mosquito Aedes aegypti. Portanto, a persistir esta delicada e mal cheirosa novela, caminhamos para uma grave crise de saúde pública. Um horror!

 

Vapt-vupt

Durou menos de um mês o mandato do pastor Daniel Fortes (PEN) como deputado estadual. Ontem, a juíza Patrícia de Almeida Menezes acatou liminar impetrada pelo deputado afastado Adelson Barreto Filho (PR) e suspendeu a posse do evangélico. Segundo a magistrada, a substituição só deve acontecer após 120 dias do afastamento do titular, ocorrido no começo de janeiro. Aff Maria!

 

Meia sola

O Palácio do Planalto confirmou a indicação do deputado federal André Moura (PSC-SE) como líder do governo no Congresso. O sergipano, que era líder deste governo temerário na Câmara, substitui Romero Jucá (PMDB-RR), promovido à liderança do governo no Senado. A mudança visou acalmar a bancada do Centrão na Câmara, contrariada com a “demissão” de Moura, amigo pessoal de Eduardo Cunha (PMDB), atualmente “hóspede” da penitenciária de Pinhais (PR). Homem, vôte!

 

Troca de guarda

E o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) reassumiu o cargo no final da tarde de ontem, após uma viagem ao exterior. Durante a ausência do comunista, Aracaju foi administrada pela vice Eliane Aquino (PT). Durante a solenidade, Nogueira relatou ter conhecido no México e Estados Unidos projetos bem sucedidos de mobilidade urbana. Segundo ele, “se as experiências funcionam muito bem lá, é possível operacionalizá-las aqui”. Então, tá!

 

Jogo bruto

E a oposição está de olho na crise da saúde pública. Ontem, dois senadores, um deputado federal e quatro estaduais pediram ao Ministério Público Federal que investigue a Fundação Hospitalar de Saúde (FHS). “A Saúde de Sergipe vive seu pior momento. Há suspeitas de inúmeras irregularidades”, discursa o senador Eduardo Amorim (PSDB). Cruz credo!

 

Vida mansa

Ampla reportagem do Portal G1 mostra que 30 políticos aposentados e com mandato acumulam ganhos que, em valores brutos, garantem a eles renda mensal de até R$ 64 mil. Entre estes felizardos está o sergipano Antônio Carlos Valadares (PSB). Ele recebe R$ 33.763,00 como senador, e outros R$ 30. 471, 11 da aposentadoria de ex-governador. Enquanto isso, a reforma da Previdência estabelece uma idade mínima de 65 anos para a aposentadoria e exige 49 anos de contribuição para alguém receber o teto (R$ 5,5 mil) pago pelo INSS.

 

Purgatório Brasil

O ex-ministro do Supremo, sergipano Ayres Britto, entende que a crise política vivida pelo país é um processo de “purgação” e aperfeiçoamento do regime democrático. “Nesse contexto transicional, a democracia experimenta uma fase de fadiga. Como que por cansaço democrático, a coletividade sente uma desagradável sensação de torpor, de desorientação”, explica. Segundo ele, estamos passando por um período de transição importante para o amadurecimento político do Brasil. Deus te ouça!

 

Saúde em debate

A saúde será debatida nesta terça-feira no plenário da Assembleia. O secretário estadual da Saúde, José Almeida Lima (PMDB), fará explanação para os deputados sobre as medidas de impacto tomadas desde que assumiu a pasta. Em seguida, defensores públicos estaduais apresentarão em plenário o projeto “Construindo o SUS com a Defensoria Pública”. Prestigie!

 

Barra pesada

As mulheres trabalham, em média, 7,5 horas a mais que os homens por semana. Isso ocorre devido à dupla jornada, que inclui tarefas domésticas e trabalho remunerado. Segundo estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, em 2015, a jornada total média das mulheres era de 53,6 horas e a dos homens, de 46,1 horas. Em relação às atividades não remuneradas, a proporção se manteve quase inalterada ao longo de 20 anos: mais de 90% das mulheres declararam realizar atividades domésticas; os homens, em torno de 50%. Ufa!

 

Viva elas!

Teve início ontem a Semana da Justiça pela Paz em Casa, iniciativa que mobiliza todos os tribunais de Justiça do país. Em sua sétima edição, a ideia é promover palestras, rodas de conversa, capacitações e outros eventos de combate à violência doméstica e valorização da mulher.

 

Não há vagas

A depender do PRB, o deputado federal Laércio Oliveira (SD) não participará da chapa majoritária em 2018. Entrevistado por Gilmar Carvalho, na Mix/FM, o deputado Jony Marcos (PRB) disse que o parlamentar do Solidariedade é bem vindo ao bloco governista, porém não terá apoio para disputar uma cadeira no Senado. “Ele vai ter que esperar mais um pouco”, aconselha Jony. Lembra até a polêmica frase do senador Romário enquanto jogador: “O cara entrou no ônibus agora e já quer sentar na janela". Crendeuspai! 

 

Recorte de jornal

 

Publicado no jornal aracajuano A Cruzada, em 22 de novembro de 1947.

 

Resumo dos jornais

 

 

 

Postado por Adiberto Souza
Comentários