Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
31/01/2017 às 14h59

Juntando os cacos

Já passou da hora de a oposição juntar os cacos da derrota sofrida em Aracaju, onde Edvaldo Nogueira (PCdoB) se elegeu prefeito graças à forte liderança e empenho pessoal do governador Jackson Barreto (PMDB). Em vez de insistir nos ataques verbais a JB, os líderes oposicionistas Antônio Carlos Valadares (PSB) e Eduardo Amorim (PSC) precisam sacudir a poeira da surra eleitoral e consolar os aliados que ainda não dispersaram para a banda vitoriosa. Portanto, aos dois senadores cabe o difícil papel de manter no avariado barco oposicionista aqueles que ainda estão remando, principalmente os que diziam durante a campanha eleitoral não ter mais fôlego para continuar na oposição por muito tempo. Como se vê, a tarefa de Amorim e Valadares é muito árdua, penosa até. Ademais, se não for executada a contento, 2018 poderá antecipar a aposentadoria de muita gente que ainda se acha grande liderança política.

Perdoado

E quem voltou a fazer shows em Sergipe foi o padre-cantor Antônio Maria. Em 2010, ele foi proibido pela Igreja Católica de se exibir em Sergipe por ter abençoado o casamento do ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita, que já tinha casado outra vez. No último domingo, padre Antônio Maria se apresentou no hotel fazenda Boa Luz, em Areia Branca. Como sempre, emocionou ex-casados e novos casais ao cantar “que ninguém interfira no lar e na vida dos dois” e “que ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte”. Tá certo!

Não Veja

O Ministério da Cidadania adverte, a revista Veja é contra-indicada à democracia. Portanto, fuja às léguas deste pasquim amarronzado!

Mala preta

Fala-se à boca miúda que, embora as eleições de 2018 ainda estejam distantes, alguns políticos desonestos já começaram a engordar animais silvestres para negociá-los na campanha eleitoral do próximo ano. Aqueles mais afortunados estão com uma grande criação de Tartarugas (R$ 2), Garças (R$ 5), Araras (R$ 10), Micos-Leão-Dourado (R$ 20), Onças (R$ 50) e Garoupas (R$ 100). A ideia dos safados é colocar estes animais em malas pretas para trocá-los por votos, principalmente no interior sergipano. Alô, Ibama, se ligue!

Fora do aquário

Após anos no aquário do PSC, o senador Eduardo Amorim se muda de mala e cuia para o ninho tucano. A ficha de filiação deve ser assinada amanhã em Brasília, no gabinete do presidente do PSDB, senador Aécio Neves. A festa para marcar a mudança de legenda, contudo, deverá acontecer em Aracaju, em data ainda a ser marcada pelo mais novo emplumado.

Mistureba

Quando Dom Pedro Segundo
Governava a Palestina
E Dona Leopoldina
Devia a Deus e o mundo
O poeta Zé Raimundo
Começou castrar jumento
Teve um dia um pensamento:
“Tudo aquilo era boato”
Oito noves fora quatro
Diz o Novo Testamento!

Os versos acima são do repentista Zé Limeira, o poeta do absurdo.

Vida mansa

Em seu primeiro mandato, o vereador aracajuano Fábio Meirelles (PPS) vai apresentar um projeto propondo a redução do recesso dos atuais três meses ao ano, para 50 dias. Ele acha um absurdo que em quatro anos de mandato o parlamentar fique 360 dias de pernas pro ar. Esta bandeira também é defendida na Assembleia pelo deputado estadual Gustinho Ribeiro (PRP). Menos radical que Meirelles, Ribeiro propõe reduzir as férias de 90 para 60 dias anuais. Quer apostar uma mariola como as duas propostas não vingam?

Formando quadros

O PSL/Livres informa já ter ativado o procedimento visando escolher os novos coordenadores municipais. Os pretendentes devem preencher um formulário no Facebook do partido. Segundo o presidente estadual Saulo Vieira, tão logo termine o processo de seleção, os novos dirigentes serão anunciados. ¨Em breve, começaremos uma campanha de filiação no estado”, anuncia o presidente do PSL/Livres.

Aposta na fé

A Igreja Universal do Reino de Deus em Sergipe vai lançar a pedra fundamental da primeira Catedral da Fé no estado. Marcado para o próximo domingo, o evento será prestigiado pelos bispos João Leite, Luis Cláudio, Gilmar Rosa e José Carlos. Localizada na avenida Adélia Franco, em Aracaju, a futura Catedral terá capacidade para 2,5 mil fiéis e deve ficar pronta em um ano e meio.

Chororô

E o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) não engole a boa relação do governador Jackson Barreto (PMDB) com este governo temerário. O parlamentar pessebista reclama porque JB, “que antes nos acusava de golpistas e cantava o ‘Fora Temer’, resolveu mudar a cantiga para ‘É com Temer que eu vou’, empurrando quem já estava no governo para fora e querendo assumir nosso lugar. Um autêntico fura-fila”. Misericórdia!

Misturadoras

Boa parte do fertilizante usado na agricultura do Centro-Oeste brasileiro é produzido em Sergipe, onde existem mais de 10 empresas misturadoras. Elas misturam Nitrogênio, Fósforo e Potássio - a famosa fórmula NPK - em grandes quantidades, que são transportadas por caminhões para a fronteira agrícola brasileira. A Vale e a FAFEN são as fornecedoras de potássio e nitrogênio às misturadoras sergipanas.

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano O Imparcial, em 26 de dezembro de 1918.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários