Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
17/11/2016 às 09h04

Contas de chegada

Contas de chegada

Passadas as eleições, as prefeituras entraram em fase de contenção de despesas para ajustá-las ao orçamento. O aperto de cinto se faz necessário porque o prefeito que não arrumar a contabilidade até o final de dezembro terá sérios problemas, principalmente aqueles que vão entregar a chave do cofre aos adversários. Em muitos municípios sergipanos – Aracaju é o principal exemplo - a arrumação contábil tem causado sérios prejuízos à população, que assiste a paralisação de obras, diminuição ou suspensão da coleta de lixo domiciliar, fechamento dos postos de saúde, atraso de salários dos servidores e não pagamento aos fornecedores. Mesmo apertando os cintos agora no finalzinho dos mandatos, a maioria dos prefeitos não conseguirá fechar as contas, o que significa dizer que os sucessores vão receber em janeiro administrações seriamente endividadas. Uma lástima!

 

Secretariado

O governo de Sergipe vai aproveitar a saída do secretário da Fazenda, Jeferson Passos – futuro secretário de Finanças de Aracaju - para substituir alguns auxiliares. O governador Jackson Barreto (PMDB) admite fazer uma pequena mudança no secretariado para oxigenar a máquina administrativa. À boca miúda, comenta-se que as substituições também visam atender interesses políticos, principalmente dos governistas derrotados nas últimas eleições. Homem, será?

 

Loroteiro

Ao ser visitado pelo prefeito eleito Edvaldo Nogueira (PCdoB), o ainda prefeito João Alves Filho (DEM) disse querer o bem de Aracaju. Imagine se não quisesse, né?

 

Praia abandonada

Fuja da Crôa do Goré, aquela pequena ilha que surge no rio Vaza-Barris com o movimento da maré. Quem se aventura na cara travessia de lancha encontra uma “praia” abandonada, sem condições sanitárias, com péssimo atendimento por parte dos comerciantes e falta de sombra para crianças e idosos. Turistas desavisados só permanecem poucos minutos na ilhota e reclamam terem sido vítimas de uma indigesta “pegadinha”. Só Jesus na causa!

 

Fica como tá

Liderada pelo senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), a bancada do Nordeste se revoltou, na reunião de líderes do Senado, e conseguiu barrar a Medida Provisória que flexibilizava “A Voz do Brasil”. A proposta era que a transmissão deixasse de ser obrigatória às 19h. As rádios poderiam escolher horário entre 19h e 21h. Sem acordo, o texto não irá à votação. Esta informação foi publicada hoje na coluna de Ilimar Franco, da Agência Globo.

 

Sugesta vale

É inconstitucional dispensar o parecer do Tribunal de Contas do Estado no julgamento de contas dos prefeitos. Com esta posição, o Supremo Tribunal Federal acatou reclamação da Procuradoria Geral da República contra o artigo da Constituição de Sergipe estabelecendo que, decorrido o prazo de 180 dias sem apresentação do “pitaco”, o TCE deveria remeter as contas para as Câmaras Municipais. Os ministros do STF entenderam ser inconstitucional abrir mão do palpite do Tribunal de Contas.

 

Transição

Oito técnicos e políticos compõem a equipe de transição escolhida pelo prefeito eleito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB). Chefiado pelo futuro secretário municipal de Finanças, Jeferson Passos, o grupo é compostos pela vice-prefeita Eliane Aquino (PT), Zezinho Sobral, Mendonça Prado, Carlos Cauê, Jorge Santana, Dulcival Santana e Rosário Rabelo. Todos são ex-secretários municipais e do governo de Sergipe.

 

Coisa antiga

A Secretaria da Segurança Pública reagiu contra a informação de que para cada grupo de 100 inquéritos abertos pela polícia sergipana, 82 são arquivados por total falta de provas e de desclassificações. Em nota, a SSP informa que para fazer este levantamento, o Conselho Nacional do Ministério Púbico se baseou em inquéritos policiais referentes a homicídios ocorridos em Sergipe antes de dezembro de 2007. Então, tá!

 

Abra o olho

Muita gente que usa internet no telefone celular não sabe que 40% do pacote de serviços é gasto com aqueles anúncios automáticos que aparecem nos aplicativos sem a solicitação do cliente.  Segundo o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel, existem ferramentas de bloqueios de anúncios para alguns aparelhos. Outra coisa: do valor total gasto com o celular, cerca de 50% são impostos, taxas e contribuições. Misericórdia!

 

Cadê a grana?

A Prefeitura de Aracaju está obrigada a pagar aos aposentados, pensionistas e servidores ativos dentro do mês trabalhado e em parcela única. Pelo menos é o que determina a liminar concedida pelo desembargador Cezário Siqueira Neto. Caso não cumpra a determinação judicial, a administração do ainda prefeito João Alves Filho (DEM) será multada em R$ 5 mil/dia. Homem, vôte!

 

Tesão indigesta

Um levantamento feito com homens entre 25 e 35 anos revelou que 20% dos pacientes utilizaram medicamentos para disfunção erétil sem prescrição médica. São jovens que acham que tomando a medicação vão virar super-homens, vão ter um aumento da potência. O coordenador do estudo, urologista Cláudio Murta, diz que a utilização inadequada de estimulantes pode ocasionar efeitos colaterais como dor de cabeça, nariz entupido, rosto vermelho, diarréia, náusea, vômito e, em casos mais raros, pode provocar cegueira. Tá doido!

 

Recorte de jornal

 

Publicado no jornal Correio de Aracaju, em 5 de dezembro de 1923.

 

Resumo dos jornais

 

Postado por Adiberto Souza
Comentários