Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
03/11/2016 às 10h16

Multa indecente

Multa indecente

A falsa promessa do ainda prefeito João Alves Filho (DEM) de implantar o Bus Rapid Transit (BRT) está saindo cara para os aracajuanos. Em vez do prometido moderno sistema de transporte coletivo, a Prefeitura dividiu algumas avenidas com faixas azuis e brancas e está multando os carros que trafegarem pelo espaço reservado aos velhos e superlotados ônibus. Aliás, esta foi uma das poucas intervenções feita no trânsito da capital pela calamitosa administração municipal. Em vez de melhorias para o setor, o caudilho João Alves preferiu aumentar exageradamente o preço da passagem de ônibus e gastar uma fortuna com o escritório do amigo e arquiteto Jaime Lerner, responsável pelo desconhecido projeto do Bus Rapid Transit. Agora, nos estertores de seu pífio governo, o prefeito decidiu punir a população que não o reelegeu, aplicando multas naqueles que tentarem trafegar pelo espaço reservado ao BRT que ninguém vê. Lastimável!

 

Meia boca

Aracaju está fedendo desde que a empresa Cavo suspendeu a coleta de lixo domiciliar. Depois de receber da Prefeitura uma parte da dívida de quase R$ 20 milhões, a Cavo voltou a recolher os resíduos hospitalares, dos cemitérios e das feiras-livres. Que tal se as pessoas jogassem o lixo gerado em suas casas nas portas do prefeito João Alves Filho e de seus secretários?

 

Sedentários

Quase 90% dos que abandonaram as atividades físicas e os esportes o fizeram antes dos 34 anos. Segundo a Pesquisa Diagnóstico Nacional do Esporte, 45% dos entrevistados tornaram-se sedentárias entre os 16 e os 24 anos de idade. Na faixa etária seguinte, de 25 a 34 anos, 18% abandonam a prática. O início do sedentarismo se dá antes dos 15 anos para 26,8% dos que já praticaram esporte ou atividade física e pararam.

 

Viagens suspeitas

A Procuradoria da República denunciou 443 ex-deputados federais por uso indevido de passagens aéreas pagas pelo Congresso. Todos são acusados de crime de peculato, cuja pena varia de dois a 12 anos de prisão. Entre os envolvidos na chamada “farra das passagens” estão os ex-deputados sergipanos Albano Franco, Jerônimo Reis, João Fontes, José Carlos Machado, Mendonça Prado, Heleno Silva e Iran Barbosa. Misericórdia!

 

Frouxo não!

Há coisa mais piegas do que o improdutivo bate-bota travado entre o governador Jackson Barreto (PMDB) e o senador Eduardo Amorim (PSC)? Em vez de se preocuparem com os graves problemas de Sergipe, os dois preferem se agredir verbalmente. Segundo Jackson, o senador “é um moleque, irresponsável e incompetente”. Já Amorim diz que o governador responde a mais de 300 processos, é

inconseqüente, preguiçoso e frouxo. De todas as acusações, a única que JB não gostou nadica de nada foi a de ser frouxo. Homem, por que será? Viche!

 

 

Boca cheia

Mais de 40 bares, restaurantes, hotéis e panificações já confirmaram presença no 1º Festival Gastronômico do Alto Sertão. Promovido pelo Sebrae e marcado para os próximos dias 10 e 11, em Nossa Senhora da Glória, o evento objetiva valorizar os alimentos produzidos no semiárido sergipano e desenvolver o setor turístico através da gastronomia. Durante os dois dias, o público vai degustar pratos feitos à base de leite, galinha de capoeira, carneiro, boi, porco e mel. Legal!

 

Mãos ao alto

Cerca de 70% da população sente que as polícias cometem excessos de violência no exercício da função. Segundo pesquisa do Datafolha, o percentual sobe entre jovens com idade entre 16 e 24 anos, chegando a 75%. Mais da metade da população (53%) tem medo de ser vítima de violência por policiais civis e 59% temem ser agredidos por policiais militares. O índice também sobe entre os jovens – 60% têm medo da Polícia Civil e 67%, da Polícia Militar. Cruz credo!

 

Farra ilegal

É no mínimo estranhável a demora da Câmara de Aracaju em recorrer judicialmente contra a liminar autorizando a posse de 10 suplentes. Eles substituem os vereadores afastados no último dia 16 de setembro, portanto há menos de dois meses. Além de causar enorme prejuízo aos contribuintes, o remédio jurídico afronta a Constituição brasileira que, no artigo 58, parágrafo 1º, diz textualmente: “O suplente será convocado nos casos de vaga, de investidura em funções ou de licença superior a 120 dias”. Alguém sabe por que a Câmara ainda não recorreu? Mistééééério!

 

Quadra de azar

E quem anda precisando de um banho de sal grosso com arruda é o líder deste governo temerário, deputado federal André Moura (PSC). Há dias, seu melhor amigo Eduardo Cunha foi preso pela Polícia Federal. Domingo passado, André assistiu a derrota de seu candidato a prefeito de Aracaju, Valadares Filho (PSB). Na segunda-feira, o cunhado e prefeito de Pirambu, Elio Martins (PSC), teve confirmada pelo TRE a impugnação do registro de candidatura e a conseqüente anulação dos votos. É muito azar pra um sujeito só. Pé de pato, mangalô três vezes!

 

Desigualdade

O sistema tributário brasileiro provoca um tipo mais profundo de injustiça, pois onera proporcionalmente os mais pobres em relação aos mais ricos. Pesquisa feita pelo Instituto de Estudos Socioeconômicos revela que os 10% mais pobres da população comprometem 32% da renda com o pagamento de tributos. Para os 10% mais ricos, o peso dos tributos cai para 21%. Nos 10% mais pobres da população, 68,06% são negros

e 31,94%, brancos. A faixa mais desfavorecida é composta por 45,66% de homens e 54,34% de mulheres. Uma lástima!

 

Proibido parir

A mulher que visita a sempre superlotada maternidade estadual Nossa Senhora de Lourdes - única em Sergipe para gravidez de risco - pensa duas vezes antes de engravidar. Aliás, o governo deveria distribuir preservativos, pílulas anticoncepcionais e orientar sobre as vantagens da castidade. Se, mesmo assim, os casais insistissem em procriar, poderia copiar da China a drástica política populacional restritiva, que pune com pesadas multas quem deseja ter mais de um filho. Misericórdia!

 

Recorte de jornal

 

Publicado no jornal estanciano A Razão, em 20 de novembro de 1910.

 

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários