Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
26/10/2016 às 08h23

Quem te viu, quem te ver

Quem ti viu, quem ti vê

Só João Alves Filho (DEM) não percebeu a decepção que o esperava nas eleições deste ano. Velho militante político e com larga experiência acumulada, o ainda prefeito de Aracaju acreditou que agora em 2016 teria boa parte dos 159.668 votos obtidos no pleito de 2012. Ledo engano: apenas minguados 25.715 pessoas digitaram o número 25 do DEM no 1º turno, deixando João na vergonhosa terceira posição da disputa. Ele não notou que a sua administração é uma tragédia, tida como a pior da história de Aracaju. Sem ter cumprido a grande maioria das mirabolantes promessas feitas na campanha de 2012, Alves Filho ainda se deu ao desplante de entregar o comando do município a secretários que, segundo o vice José Carlos Machado (PSDB), “só pensam em roubar”. Não fosse isso, também contribuiu para a derrocada do caudilho o caos em que ele transformou a capital, deixando-a com ruas esburacadas, às escuras, dezenas de obras paralisadas, salários atrasados, fornecedores sem receber há meses, saúde aos frangalhos, eticétera e tal. Desmoralizado a ponto de ter seu apoio recusado agora no 2º turno, o outrora imbatível líder político sergipano está saindo da vida pública pela porta dos fundos, após ter ouvido das urnas um sonoro fora João. Que fim melancólico!

Nova pesquisa

A TV Atalaia divulga nesta quarta-feira mais uma pesquisa eleitoral feita pelo Instituto Única. Na consulta anterior, divulgada pela mesma emissora, registrou-se um empate técnico entre os prefeituráveis Valadares Filho (40,2%) e Edvaldo Nogueira (39,2%). O instituto também apurou que cerca de 20% do eleitorado continuavam indecisos ou dispostos a votar em branco e anular o voto. É muita gente!   

Denúncia grave

Pelas redes sociais, o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) denuncia a manipulação de pesquisa.  Segundo ele, “há uma gravação de pessoas combinando em alterar pesquisa pra favorecer um candidato. Esse ato criminoso precisa ser investigado pelo Ministério Público Federal”. Misericórdia!

Pernas pro ar

E os servidores estaduais estão dispensados do trabalho na próxima sexta-feira. Em homenagem ao Dia do Servidor, o governo de Sergipe decretou ponto facultativo nas repartições públicas, que só reabrirão na segunda-feira (31). Já a Prefeitura de Aracaju optou em transferir o feriado do dia 28 para o dia 3 do mês que vem. Há quem garanta que, por conta deste feriadão, muitos eleitores trocarão as urnas pelas praias. Será?

Novo vereador

O advogado Pedrinho Barreto (PSDB) deve assumir uma cadeira na Câmara de Aracaju. Em despacho liminar, o juiz Ancelmo de Oliveira determinou que o tucano substitua o vereador Agnaldo Feitosa (PR), afastado do Legislativo por decisão judicial. Com base nesta decisão, outros nove suplentes também devem recorrer à Justiça para substituir os vereadores afastados por estarem atrapalhando as investigações sobre o uso irregular de recursos da Câmara.

Abra o olho

A Justiça adverte: são crimes arregimentar eleitores e fazer propaganda de boca de urna no próximo domingo, dia da eleição. Quem for flagrado pode ser punido com detenção de seis meses a um ano, e multa de 5 mil a 15 mil UFIR.  No dia do pleito também é proibido usar alto-falantes e amplificadores de som ou fazer comício ou carreata. Quem avisa amigo é!

Como votaram

As manifestações populares não impediram que a Câmara Federal aprovasse a famigerada PEC 241, limitando os gastos públicos por 20 anos. Dos oito deputados sergipanos, apenas Bosco Costa (PSOL) e João Daniel (PT) votaram contra. Fábio Mitidieri (PSD) se ausentou. Votaram sim com a PEC os deputados Fabio Reis (PMDB), Adelson Barreto (PR), Jony Marcos (PRB), André Moura (PSC) e Laércio Oliveira (SD).

Fora do ar

Veja o que publica hoje o Jornal da Cidade: “Provocada pela coligação do candidato Valadares Filho (PSB), a Justiça proibiu o prefeiturável Edvaldo Nogueira (PCdoB) de exibir programas eleitorais com a participação de atores e apresentadores. A decisão tira do ar o ator Kassen Afif. Ele interpreta uma manicure que, de maneira sarcástica, brinca com Valadares Filho e outras figuras políticas”. Homem, vôte!

Barbaridade

O jornalista e empresário Igor de Faro Franco foi assassinado por dois assaltantes. O crime acontece ontem, na porta do Bar e Restaurante Salomé, localizado na praia de Atalaia, em Aracaju. Dona do estabelecimento, a vítima estava na calçada quando foi abordada pelos criminosos em uma moto. Mesmo sem ter reagido, Igo foi alvejado no tórax, morrendo antes de chegar ao Hospital de Urgência. Lastimável!

Sexos dos anjos

E a oposição segue criticando o governo de Sergipe por não ter ido à reunião da bancada federal que definiu as emendas parlamentares para o Orçamento da União. Tudo não passa de blá,blá,blá, pois os próprios senadores e deputados sabem que as emendas coletivas dificilmente são liberadas pelo governo federal. Portanto, governo e oposição estão fazendo jogo de cena, conversa mole pra boi dormir!

 

Recorte de jornal

 

Publicado no jornal aracajuano Serigy, em 17 de maio de 1941.

 

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários