Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
27/09/2016 às 08h18

A caminho do 2º turno

A caminho do 2º turno

Aracaju pode ter 2º turno nas eleições deste ano. Todas as pesquisas mostram ser difícil o candidato a prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) suplantar a soma de votos dos outros seis prefeituráveis. Essa possibilidade, contudo, não pode ser descartada por completo, pois ainda é grande o número de eleitores indecisos. Se a maioria deles optar pelo voto útil, definindo-se por quem lidera as pesquisas, Nogueira resolverá a parada já no próximo domingo. Certo mesmo, segundo todas as pesquisas, é a derrota do candidato à reeleição João Alves Filho (DEM). A distância que o separa do 2º colocado Valadares Filho (PSB) não lhe permite sonhar com qualquer possibilidade de vitória. Pesa ainda contra o demista o elevado índice de rejeição, resultado da péssima administração que realiza. Diante disso, João corre o risco de ter, inclusive, seu apoio rejeitado pelos candidatos mais votados, numa hipótese de um 2º turno.

 

Lidera com folga

Pesquisa do Instituto Paraná, divulgada ontem pela TV Atalaia, mostra o candidato a prefeito Edvaldo Nogueira consolidado na liderança. Ele aparece com 38% da preferência. Valadares Filho tem 25,8%, João Alves está com 10%, Emerson Ferreira 4,4%, Vera Lúcia 3,1%, Sônia Meire 1,3% e João Tarantela 1,9%. Brancos e nulos são 9,2%, e indecisos 6,3%. A margem de erro é de 3,5%. A pesquisa ouviu 840 pessoas entre os dias 21 e 25 últimos e foi registrada na Justiça Eleitoral com o número SE-07521/2016.

 

Porta aberta

Até a próxima terça-feira, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido. As exceções são o flagrante delito e a sentença criminal condenatória por crime inafiançável. O Código Eleitoral considera a proibição como garantia do eleitor porque “ninguém poderá impedir ou embaraçar” o exercício do voto. Ocorrendo qualquer prisão, o cidadão preso deve ser conduzido imediatamente a um juiz para verificar se houve ilegalidade.

 

Abra o olho

Arregimentar eleitores ou fazer propaganda de boca de urna no dia da eleição é crime, podendo o infrator ser punido com detenção de seis meses a um ano e multa no valor de 5 mil a 15 mil UFIR. Também constituem crimes, no dia do pleito, o uso de alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comício ou carreata e a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos. Fique ligado!

 

Time de suspeitos

Você votaria em um candidato acusado de ter metido a mão grande em recursos públicos? Pois o que não falta é opção. Segundo a Polícia e o Ministério Público, 15 dos 24 vereadores de Aracaju se apropriaram das verbas indenizatórias da Câmara. Os acusados são Adriano Taxista (sem partido), Agamenon Sobral (PHS), Agnaldo Feitosa (PR), Anderson de Tuca (PRTB), Jailton Santana (PSDB), Augusto do Japaozinho (PRTB), Valdir Santos (PTdoB), Ivaldo José (PRTB), Max Prejuízo (PSB), Daniela Fortes (PEN), Dr. Gonzaga (PMDB), Emmanuel Nascimento (PT), Pastor Roberto Morais (SD),  Renilson Felix (DEM) e Adelson Barreto Filho (PR).

 

Acusação grave

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) usa as redes sociais para fazer uma grave denúncia, embora omita o nome do acusado. Segundo ele, o “imperador decreta que pesquisa só será publicada depois que o resultado for visto antes, e mostrar ser favorável ao seu súdito preferido”. Ué, e desde quando este tal “imperador” manda nos veículos de comunicação, particularmente nas TVs Sergipe e Atalaia pertencentes aos irmãos Albano e Walter Franco? Menos, senador, menos!

 

Violência invisível

Apesar de 85% das crianças e adolescentes relatarem conviver com brigas na escola e 63% sofrerem violência física em casa, 68% dizem se sentir seguras como uma percepção geral. É o que revela a pesquisa divulgada pelas organizações Visão Mundial e Instituto Igarapé. Sobre os tipos de violência, 86% entendem que é muito errado ter o corpo tocado sem permissão. Gritar ou xingar e bater nas pessoas foram citados como violência por 82% dos jovens, ficar preso no quarto ou em casa por 70%, e ficar em casa sem cuidados por 64%. Êta Brasilzão sem jeito!

 

Lanterninha

E o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), está entre os cinco administradores municipais com piores avaliações do Brasil. Pesquisa do Ibope divulgada pelo jornal O Globo mostra o demista aracajuano na lanterna, ao lado de figuras mal vistas como os prefeitos de Goiânia, Paulo Garcia (PT), Florianópolis, Cesar Souza Junior (PSD) - que não são candidatos -, Porto Velho (PSB), Mauro Nazif, e São Paulo, Fernando Haddad (PT). Cruz credo!

 

Grana fedorenta

Iniciada sábado passado, a greve dos garis e margaridas transformou Aracaju uma fedorenta lixeira a céu aberto. Até agora, só parte da imprensa sergipana esta ganhando financeiramente com a paralisação. É que a empresa Cavo, responsável pela coleta do lixo domiciliar, publicou hoje nos jornais da capital páginas pagas para se esquivar do problema e acusar os grevistas pela sujeira e fedentina da cidade. Quem pode, pode! 

 

Dia se caruru

Nesta terça-feira, festeja-se São Cosme e São Damião. Os dois santos católicos são considerados padroeiros dos gêmeos e das crianças. No Candomblé e na Umbanda, Cosme e Damião são conhecidos como os orixás Ibejis. São filhos gêmeos de Xangô e Iansã. Os devotos têm o costume de fazer e dar para as crianças o “Caruru dos Santos” e o “Caruru dos sete meninos”. A todos, Bejé ó ró! La ô!

 

Recorte de jornal

 

 

 

 

 

Publicado no jornal Folha de Sergipe, em 24 de dezembro de 1908.

 

Resumo dos jornais

 

Postado por Adiberto Souza
Comentários