Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
21/09/2016 às 08h12

Cruel e desalmado

Cruel e desalmado

Enquanto o chefe deste governo temerário vai à ONU tentar negar o golpe que o catapultou a presidência do Brasil, governadores se desesperam com a grave crise financeira vivida pelos estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Em vez de socorrê-los, o Ministério da Fazenda discursa em defesa de um tal resultado primário a ser cumprido. Ora, não foi essa a conversa do governo federal na hora de ajudar o falido Rio de Janeiro com polpudos R$ 2,9 bilhões. Os 17 estados das três regiões querem uma ajuda de R$ 7 bilhões para tentar sair da grave crise, que já provocou atraso de salários dos servidores e os deixou sem recursos para socorrer os flagelados da seca, pagar transporte escolar, investir em segurança pública, saúde e educação, etc. Pelo visto, só resta aos governadores das três regiões decretarem estado de calamidade. Talvez, esta seja a única maneira de abrir os olhos do cruel inquilino do Palácio do Planalto, que parece só enxergar a rica Avenida Paulista e os duvidosos projetos neoliberais dos endinheirados empresários do Sudeste

Ficou pra depois

 

O governador Jackson Barreto (PMDB) adiou, de amanhã para a semana que vem, o envio à Assembleia dos projetos sobre os subsídios da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. O adiamento visou dar continuidade aos entendimentos com a tropa, que cruzou os braços em protesto contra os atrasos de salários e falta de condições para trabalhar. Enquanto governo e Polícia não chegam a um acordo, os sergipanos sofrem o diabo nas mãos dos criminosos. Só Jesus na causa!

 

Boa nova

 

Uma boa notícia para os agricultores castigados pela seca: o Senado aprovou as novas regras para renegociação de dívidas de produtores rurais do Nordeste, Norte e parte dos estados do Espírito Santo e Minas Gerais. O texto suspende a cobrança judicial e a prescrição das dívidas até dezembro de 2017 e prevê descontos que variam de 10% a 95%, para liquidação de débitos de até R$ 500 mil, junto aos Fundos Constitucionais do Nordeste (FNE) e do Norte (FNO). Menos mal, né?

 

Escapou de uma

 

O deputado federal André Moura (PSC), líder deste governo temerário, comemora decisão do Superior Tribunal de Justiça anulando o processo contra ele gerado na Comarca de Pirambu. Amigo íntimo do execrado Eduardo Cunha (PMDB), Moura mostrou ter sido intempestiva sua condenação sobre suposto uso irregular de linhas telefônicas da Prefeitura de Pirambu. Para ficar “limpo”, porém, André precisa ainda se livrar do processo sobre tentativa de homicídio, que corre no Supremo, e da acusação em um inquérito da Operação Lava Jato. Misericórdia!

 

Casa de lero-lero

 

Sem quórum qualificado, depois que 10 vereadores foram proibidos de freqüentá-la, a Câmara de Aracaju virou uma casa de conversa mole. Os 14 parlamentares autorizados pela Justiça a participar das sessões fazem discursos, apresentam moções e projetos concedendo títulos de cidadania. Pior é que o Legislativo aracajuano deve seguir assim até o final do ano, embora continue custando os olhos da cara dos contribuintes. Lastimável!

 

Vapt-vupt

 

E a Assembleia realizou ontem mais uma sessão relâmpago. Foi abrir, ler a ata, alguns informe e encerrar os trabalhos. Segundo o presidente Garibalde Mendonça (PMDB, vai ser assim até depois das eleições: “Estou aqui há cinco legislaturas e sempre ocorreu isso durante as campanhas eleitorais. Alguns deputados estão disputando cargos de prefeitos e vices ou ajudando seus amigos candidatos”, explicou.

 

Feriadão

 

Para cobrar pagamento em dia da folha de pessoal e reajuste salarial, os professores de Aracaju e da rede estadual cruzam os braços hoje e amanhã. Deixam milhares de alunos sem aula e merenda escolar pelo resto da semana, pois a maioria, cansada com a manifestação, “enforcará” o expediente da próxima sexta. É, ganha-se pouco, mas é divertidíssimo!

 

Maquinista

 

Proposta para Aracaju feita pelo prefeito e candidato à reeleição João Alves Filho (DEM), publicada hoje no Jornal da Cidade: “Ampliar o projeto do Metrô contemplando novas rotas, inclusive com uma pesquisa de origem-destino que privilegie o atendimento de uma maior demanda da população, servindo como indutor de desenvolvimento e integração metropolitana”. Não seria um trem fantasma? Cruz credo!

 

Raspar o tacho

 

O governo estadual quer usar os recursos do Fundo Previdenciário de Sergipe para pagar a folha dos aposentados e pensionistas. Projeto autorizando o Executivo a botar a mão em 90% na grana do Funprev/SE já tramita na Assembleia. A ideia é usar o dinheiro do Fundo em vez de tirar da receita estadual R$ 100 milhões/mês para pagar os aposentados e pensionistas. E depois de rasparem o tacho?

 

Sujeira

 

Sem receber há mais de seis meses, as empresas de asseio e conservação ameaçam suspender os serviços prestados ao governo de Sergipe e a Prefeitura de Aracaju. Já no próximo dia 29, ocorrerá uma paralisação por 24 horas, mas se os devedores insistirem em não quitar os débitos, as empresas deixarão as repartições públicas na maior sujeira por tempo indeterminado. Aff Maria!

 

Recorte de jornal

 

Publicado no jornal Folha de Sergipe, em 10 de dezembro de 1908.

 

Resumo dos jornais

 

Postado por Adiberto Souza
Comentários