Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
20/09/2016 às 08h04

João fujão

João fujão

O prefeiturável João Alves Filho (DEM) ficará marcado na história política de Aracaju como o candidato que foge de debates como o diabo foge da cruz. Durante a campanha, ele tem evitado o ‘cara a cara’ ao vivo com os adversários, preferindo a segurança do estúdio de gravação, onde sua fala é previamente escrita pelos marqueteiros. Ao contrário do que pensam João e seus assessores, o eleitor entende que o debate ao vivo permite observar as reações do candidato, sua surpresa, insegurança, firmeza, serenidade e domínio da situação. Portanto, quem possui propostas concretas não foge do confronto de idéias, deixando a cadeira vazia, como tem feito Alves Filho. Quem procede assim afronta o eleitorado, demonstra despreparo e falta de coragem para encarar os opositores, além de levantar a suspeita que tem algo muito grave a esconder. Homem, será?

 Almofadinha

 O candidato a prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) tem alardeado no horário eleitoral que em sua administração investiu pesado em transporte público de Aracaju. Não era isso que dizia o Movimento “Não Pago”. Em 2012, durante uma manifestação da estudantada contra o péssimo transporte coletivo da capital, um cartaz se destacava: “Edvaldo, almofadinha, quero ver você andar no Tijuquinha”. Cruz Credo!

 Renovação

 Veja o que publica hoje o Jornal da Cidade: “No programa eleitoral exibido ontem, o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) fala mais do que o seu primogênito, o candidato a prefeito Valadares Filho (PSB). Valadares pai abriu o programa. Assim fica difícil para VF defender-se das críticas dos adversários, que o acusam de ser apenas um jovem obediente às ordens do pai”. Misericórdia!

Voltou atrás

A TV Sergipe voltou atrás e vai promover, dia 29 próximo, o debate ao vivo entre os prefeituráveis de Aracaju. Como João Alves Filho (DEM) não participará, o duelo verbal será entre Edvaldo Nogueira (PCdoB) e Valadares Filho (PSB). Os demais candidatos foram vetados porque seus partidos possuem menos de nove deputados na Câmara Federal e não alcançaram 5% nas pesquisas de intenção de votos. Coitados!

Sem Polícia

E Sergipe permanece entregue à marginalidade, pois os policiais militares e bombeiros seguem de braços cruzados. Com raiva do governador Jackson Barreto (PMDB), que atrasa os salários e não atende as reivindicações da tropa, os PMs se entocaram nos quartéis. Aproveitando a completa falta de segurança, os criminosos fazem a festa, roubando, estuprando e matando sem qualquer ou nenhum motivo. Lastimável!

Inimigos do povo

Você ainda lembra quais os vereadores de Aracaju que votaram a favor do absurdo reajuste de 14,81 para a passagem de ônibus? Para que ninguém os esqueça, segue a relação dos inimigos do povo: Adriano Taxista, Agamenon Sobral, Augusto do Japãozinho, Agnaldo Feitosa, Gonzaga, Manuel Marcos, Ivaldo José, Renilson Félix e Valdir dos Santos. Coube ao presidente da Câmara, Vinicius Porto, orientar os colegas a votarem contra o povo pobre. Não esqueça desses suplicantes quando for votar no próximo dia 2.

Vida mansa

Enquanto o governo de Sergipe se diz em crise e os servidores penam com salários atrasados por quase um mês, felizardos conselheiros de estatais e autarquias enchem os bolsos. Participam de apenas uma reunião mensal e recebem R$ 3 mil, pagos em até cinco dias após terem dito amém nas sessões dos conselhos. À boca miúda falam, inclusive, que existem apadrinhados nomeados em seis conselhos. Eita vidão!

Tá encrencado

E o deputado estadual Robson Viana (PEN) está envolvido até o pescoço no rolo das verbas indenizatórias da Câmara de Aracaju. Pelo menos é o que garante o Ministério Público. Como ele possui foro privilegiado, os promotores vão pedir autorização à Justiça para investigá-lo. Segundo o MP, quando foi vereador da capital, Robson também teria se lambuzado com as verbas indenizatórias da Câmara. Homem, vôte!

Pleito seguro

A segurança das eleições em Sergipe será feita pelo Exército, Policias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e guardas municipais. Reunidos no Tribunal Regional Eleitoral, oficiais e delegados detalharam as ações de cada instituição visando garantir a tranqüilidade no dia do pleito. 12 dos 75 municípios sergipanos contarão com reforço de força federal.

Sujeira

O Sindicato dos Trabalhadores da Limpeza Pública e Comercial foi acusado de ter atrapalhado ontem a coleta de lixo em Aracaju. Segundo a empresa Cavo, por cerca de três horas, os sindicalistas impediram na porta da garagem a saída dos caminhões de limpeza urbana, “atrasando um serviço essencial para a população”. A Cavo reitera que está sempre aberta ao diálogo com o sindicato.

Pouca serventia

Após Justiça ter impedido 10 vereadores de pisarem os pés na Câmara de Aracaju, aquela Casa quase não tem serventia. Sem poder aprovar matérias que exigem a maioria qualificada de 16 votos, o Parlamento da capital abre as portas apenas para votar matérias irrelevantes. Portanto, os aracajuanos pagam uma fortuna para a Câmara aprovar meros títulos de cidadania, nomes de ruas, indicações, votos de pesar e algumas outras bobagens. Aff Maria!

Recorte de jornal

 

Publicado no jornal aracajuano Diário da Manhã, em 28 de dezembro de 1915.

 

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários