Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
15/09/2016 às 07h52

A cor do desemprego

A cor do desemprego

A campanha eleitoral em curso tingiu o desemprego com as cores dos candidatos e o expôs nas ruas, praças e avenidas. Em Sergipe, essa chaga que assombra milhares de famílias foi pintada de verde, vermelho, azul, laranja, lilás, amarelo e branco, as cores das bandeiras dos candidatos a prefeito, vice e vereador. Quase sem exceção, todos os seguradores de bandeiras postados nas esquinas deste estado são desempregados fazendo um "bico" temporário por alguns trocados. Um número infinitamente maior de desafortunados não conseguiu vagas nesse horrendo trem eleitoral e, portanto, não pode ser calculado pela cor do pano que agita ao vento. Todos, contudo, sairão de suas casas no dia 2 de outubro para eleger os futuros prefeitos, vices e vereadores, que andam por aí prometendo casas, hospitais, escolas de primeiro mundo e, principalmente, emprego bom para quem quiser. É uma pena que a jura feita agora na campanha eleitoral não passe de uma promessa fugaz e incolor.

Ajuda providencial

Sem querer, os policiais militares e bombeiros - de braços cruzados há semanas -, estão ajudando o governo de Sergipe a economizar. Sem viaturas da PM nas ruas, o Executivo deixa de gastar uma grana em combustível e manutenção. Parece pouco, mas a paralisação de praticamente toda a frota policial por quase um mês significa uma economia danada para os cofres públicos.

Sem debate

E a TV Sergipe não vai mais promover o tradicional debate entre os candidatos a prefeito de Aracaju. A desistência ocorreu depois que os assessores dos prefeituráveis queriam mudar por completo as regras do confronto verbal. A direção da TV não aceitou a imposição, pois o formato do programa é definido pela Rede Globo, que não aceita a inclusão de uma vírgula sequer. Nem precisa dizer que o candidato João Alves Filho (DEM), avesso a debates transmitido ao vivo, festejou a decisão da TV Sergipe.

Abra o olho

Pelo menos em 12 municípios sergipanos, quem afrontar a lei no dia da eleição será preso pelo Exército e a Polícia Federal. Para garantir a tranqüilidade do pleito, a Justiça Eleitoral autorizou o envio de força federal para Estância, Lagarto, Itabaiana, Canindé, Socorro, Japaratuba, Boquim, Capela, Nossa Senhora das Dores, Ribeirópolis, Poço Verde e Pirambu. Outros 18 municípios também pediram reforço, mas o Exército informou só ter condições para garantir a ordem em uma dúzia de cidades. É feia a crise!

Livres pra voar

Por decisão unânime, a Assembleia de Sergipe negou ao Tribunal de Justiça o direito de processar criminalmente os deputados estaduais Augusto Bezerra (PHS) e Paulinho das Varzinha (PRP). O corporativismo parlamentar se fundamentou na Constituição Estadual, que impede a prisão, processo e condenação do deputado, exceto se o acusado for autuado em flagrante. Bezerra e Varzinha são acusados de terem metido a mão grande nas verbas de subvenção da Assembleia. Fossem cidadãos do povo, os dois já estavam na cadeia há muito tempo. Cruz credo!

Teje presa

Quem está engaiolada é a candidata a vereadora por Propriá, Maria Luciene dos Santos (SD). Segundo a Polícia, “Ciene” mandava executar traficantes devedores e rivais de seu esposo “Mago da Bolsinha”, que está preso por tráfico de drogas e homicídios. A candidata recebia as orientações do amado durante as visitas íntimas que fazia na Penitenciária. Barbaridade!

Inimigos do povo

Você ainda lembra quais foram os vereadores que aprovaram o exagerado aumento do IPTU em Aracaju? Só para lembrá-lo, eis a relação dos inimigos do povo: Anderson de Tuca, Robson Viana, Dr. Agnaldo Feitosa, Adelson Barreto Filho, Manoel Matos, Valdir Santos, Renilson Felix, Dr. Gonzaga, Ivaldo José, Augusto do Japãozinho, Jailton Santana, Adriano Taxista e Agamenon Sobral. O presidente da Câmara, Vinícius Porto, orientou os outros a votarem contra o povo. Lembrem-se destes camaradas nas eleições deste ano.

Faz de contas

Não vale uma laranja podre a decisão do presidente do Tribunal de Contas, Clóvis Barbosa, suspendendo o contrato emergencial firmado Entre a Prefeitura e a empresa Cavo para a coleta do lixo em Aracaju. Quem pensa assim é o Tribunal de Justiça de Sergipe. Para os desembargadores, medidas cautelares, como a decidida por Clóvis, têm que ser julgadas pelo pleno do TCE. Ou seja, faltou a Barbosa competência regimental. Homem, vôte!

Quem acredita?

Após se reunir ontem com secretários, o governador Jackson Barreto (PMDB) disse que a meta é pagar a folha de pessoal sem atraso, embora admita não ser esta uma tarefa fácil. Segundo JB, “na falta da ajuda do Ministério da Fazenda aos estados, estamos buscando formas para manter o pagamento dos servidores dentro da regularidade e trazer para dentro do próprio mês”. Deus de ouça, rapaz!

Tapa na cara

Este governo temerário não vai socorrer financeiramente os estados do Norte e Nordeste. Segundo revelou ao Globo a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, Palácio do Planalto não tem a obrigação de socorrer os estados falidos. E a moça disse mais: mesmo que os governadores resolvam decretar calamidade pública, não ficarão desobrigados de honrar com o pagamento de serviços, de pessoal e de todas as dívidas com a União ou com outros credores. Mui amigo, este Temer!

Meu pai, pai!

E o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) está por aqui com o prefeiturável Edvaldo Nogueira (PCdoB), que criticou a ausência de Vavazinho (PSB) na votação da Câmara para cassar Eduardo Cunha (PMDB).O deputado Bosco Costa (PROS) manteve o compromisso assumido com Valadares Filho, votando sim pela cassação. Edvaldo faz jogo sujo e covarde. Sua ambição de pegar a Prefeitura não tem limites nem regras”, reagiu Vavazão. Uau!

 

Recorte de jornal

 

Publicado no jornal estanciano A Razão, em 11 de dezembro de 1910.

 

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários