Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
31/08/2016 às 07h56

Eleições indefinidas

Eleições indefinidas

Fossem realizadas hoje, as eleições para prefeito de Aracaju seriam vencidas pela soma dos eleitores indecisos e os que votariam em branco ou anulariam os votos. Brincadeira à parte, o elevado percentual de aracajuanos ainda sem candidato permite afirmar que ganhará o pleito quem conquistar maior fatia desse eleitorado. Segundo o Ibope, brancos nulos e indecisos somam 38%, o Cinform apurou que eles são 44,38% e o Dataplan cravou em 29,6%. Na pesquisa espontânea, este último instituto também atestou que exagerados 57,4% dos eleitores ainda não sabem em quem vão votar. As três consultas de opinião pública apontam para um provável 2º turno entre Edvaldo Nogueira (PCdoB) e Valadares Filho (PSB), porém a indecisão de boa parte do eleitorado não permite afirmar que João Alves Filho (DEM) e os outros quatro candidatos já estão rifados da disputa. Portanto, cantará vitória no dia 29 de setembro, quem convencer a maioria dos eleitores indecisos que é o melhor nome para governar Aracaju.

 

Acha-se o cara

E o deputado federal André Moura (PSC), líder ficha suja desse governo temerário, anda prometendo ao eleitorado casas, ambulâncias, asfalto e o diabo a quatro: “Sabem quem é o único cara em Sergipe que vai distribuir 4 mil casas? André Moura. Fazer o quê? Doa em quem doer. Não tem deputado federal, senador nem governador. Quem tem prestigio em Brasília é André Moura”, discursou o ficha sujíssima num comício em Japaratuba, onde a esposa Lara Moura (PSC) é candidata a prefeita. Danou-se!

 

Conta gotas

Graças aos recursos do Fundeb repassados para o governo de Sergipe, os professores em sala de aula recebem amanhã os salários deste mês. Os demais servidores estaduais ainda não sabem quando botarão a mão na grana. Somente ontem, o Executivo repassou o duodécimo de agosto para o Judiciário e a Assembleia Legislativa. É feia a crise!

 

Marcação pesada

O que não falta nesta campanha eleitoral de Aracaju é fiscalização. Além da Justiça, do Ministério Público e da OAB, os prefeituráveis também usam seus assessores jurídicos para marcar os passos dos adversários. Os advogados de Valadares Filho (PSB), por exemplo, conseguiram retirar do ar a propaganda de Edvaldo Nogueira (PCdoB). Os marqueteiros do comunista fizeram uso de computação gráfica e de desenho animado, artifícios proibidos pela legislação eleitoral. Tá certo!

 

Inimigos do povo

Você ainda lembra os nomes dos vereadores que, em 2013, votaram pela criação da Taxa de Iluminação Pública de Aracaju? Os inimigos do povo são Agamenon Sobral, Anderson de Tuca, Augusto do Japãozinho, Doutor Agnaldo, Doutor Gonzaga, Robson Viana, Pastor Jony, Jailton Santana, Manoel Marcos, Renilson Félix, Pastor Roberto Moraes, Max Prejuízo, Ivaldo José, Adriano Taxista e Valdir Santos.  Embora tenha apoiado o projeto, o presidente da Câmara, Vinicius Porto (DEM), não votou, pois só vota em caso de empate. Lembre-se destes suplicantes quando for votar em outubro.

 

Dia D

O Pleno do Tribunal de Justiça deve concluir hoje a votação do mandado de segurança exigindo que o governo de Sergipe pague a folha salarial até o dia 30 de cada mês. Impetrada pelo Sindicato do Fisco, a ação se arrasta no TJ há um ano. O relator do processo, desembargador Edson Ulisses, já concordou com a proposta dos auditores, mas os desembargadores Roberto Porto e José dos Anjos votaram pela improcedência do mandado.

 

Última cartada

Ficou para a sessão de hoje, do Pleno do Tribunal Superior Eleitoral, o julgamento do recurso impetrado por Luciano Bispo (PMDB). O ex-deputado quer reaver o mandato popular cassado em última instância por improbidade administrativa. O peemedebista teve as contas rejeitadas sob a acusação de ter feito mau uso de recursos federais quando era prefeito de Itabaiana. A assessoria de Bispo informou que ele está aguardando, com muito respeito, a decisão dos ministros.

 

Sonho é o Senado

Embora esteja fazendo uma péssima administração em Canindé, o prefeito Heleno Silva (PRB) só sonha com uma cadeira no Senado. Mesmo faltando dois anos para as eleições gerais, o prefeito só pensa nelas, a ponto de ter abandonado o projeto de reeleição. Resta saber se, após o pífio governo realizado em Canindé, os sergipanos vão querer elegê-lo senador. E isso se, daqui pra lá, o governador Jackson Barreto (PMDB) não resolver disputar a vaga cobiçada pelo pastor Heleno. Aff Maria!

 

Por que não fez?

O prefeiturável Edvaldo Nogueira (PCdoB) está prometendo que, se eleito, fará a licitação do serviço de transporte coletivo de Aracaju. Como já foi prefeito da capital, o comunista precisa dizer quais os motivos que o impediram de fazer a licitação agora prometida. Nogueira também pretende implantar a integração temporal nos ônibus, permitindo ao passageiro trocar de linhas sem precisar ir até um terminal. Então, tá!

 

Estado perdeu

O governo de Sergipe terá que regularizar junto à Prefeitura de Itabaiana os repasses de contrapartidas referentes ao financiamento da assistência farmacêutica. Este pagamento está atrasado desde 2011, enquanto os insumos de insulina não chegam ao município desde 2013. Diante destes atrasos, a prefeitura recorreu à Justiça e ganhou a questão. Os repasses fazem parte do SUS, ao qual o município de Itabaiana está habilitado na condição de Gestão Plena do Sistema Municipal.

 

Recorte de jornal

 

Publicado no Correio de Aracaju, em 27 de dezembro de 1918.

 

Resumo dos jornais

 

 

 

Postado por Adiberto Souza
Comentários