Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
29/08/2016 às 10h26

Sergipe sangrento

Sergipe sangrento

Enquanto governo e policiais militares não se entendem, os criminosos fazem dezenas de vítimas diariamente em Sergipe. Só nas últimas 48 horas, ocorreram 18 homicídios e outras tantas tentativas de morte no estado, sem contar os assaltos, “arrastões”, roubos e estupros. O comércio reclama dos constantes assaltos, motoristas e cobradores de ônibus trabalham assustados e as pessoas evitam sair às ruas temendo serem as próximas vítimas dos bandidos. Nunca os foras da lei estiveram tão ousados quanto agora em que a Polícia Militar cruzou os braços por melhores salários. Alegando falta de recursos para atender a reivindicação da tropa, o Executivo esquiva-se em negociar uma saída honrosa para a grave crise, deixando os sergipanos entregues à própria sorte. Pior é que ninguém sabe até quando Sergipe continuará refém dos marginais. O certo é que muitos inocentes ainda morrerão por conta da incapacidade do governo de encontrar alternativas aos obstáculos que aparecem pela frente. Só Jesus na causa!

 

Lero-lero

Sem uma explicação para a péssima administração que realiza, o prefeito João Alves Filho (DEM) deu para culpar os outros. No horário eleitoral, ele jura não ter cumprido as mirabolantes promessas feitas em 2012 porque foi boicotado pelos governos estadual e federal. Ora, e por que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), conseguiu revolucionar a capital baiana, se também é adversário do governador Rui Costa (PT) e da ainda presidente Dilma Rousseff (PT)? Ô João, conte outra!

 

Nova pesquisa

Pesquisa divulgada nesta segunda-feira pelo jornal Cinform mostra que, se as eleições de Aracaju fossem hoje, iriam para o 2º turno os prefeituráveis Edvaldo Nogueira (26,70%) e Valadares Filho (15,14%). O candidato a reeleição João Alves Filho aparece com 12,07%. Verá Lúcia, Dr. Ferreira, João Tarantela e Sônia Meire têm, respectivamente, 5,44%, 2,21%, 1,02% e 1,02%. Nulos e brancos somam 17,52%. Outros 24,14 não sabem ou não responderam, e os indecisos são 3,23%. A margem de erro é de 4,1%, para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%. Encomendada pela Indústria Gráfica e Editora Nordeste Ltda, a consulta foi feita nos últimos dias 26 e 27 e está registrada na Justiça Eleitoral com o número 011/16.

 

Mais rejeitado

Dos sete candidatos a prefeito de Aracaju, João Alves Filho é o mais rejeitado pelos eleitores. A mesma pesquisa do Cinform apurou que 39,12% dos eleitores não votariam no demista. Edvaldo Nogueira aparece com 13,44% de rejeição, seguido por Valadares Filho com 6,12%. Vera Lúcia, Dr. Emerson, João da Tarantela e Sônia Meira têm, respectivamente, 4,08%, 2,04%, 1,07%, e 1,02% de rejeição. Não sabem e não responderam somam 24,15%, e nulos e brancos são 8,33%.

 

Haja grana

O projeto de governo da candidata a prefeita Vera Lúcia (PSTU) prevê a estatização do transporte coletivo e dos serviços de limpeza pública de Aracaju. A moça também

promete isentar os desempregados do pagamento de IPTU, água e energia elétrica, além de lhes garantir a gratuidade nos ônibus da capital. Resta saber se as finanças da prefeitura são suficientes para bancar tantos benefícios!

 

Banco dos réus

E o presidente do PT em Sergipe, Rogério Carvalho, foi condenado pelo juiz João Hora Neto por improbidade administrativa. O petista teve os direitos políticos cassados por oito anos e terá que pagar uma multa de R$ 200 mil. O magistrado entendeu ter havido irregularidades numa licitação feita na época em que Rogério era secretário estadual da Saúde. O petista estranhou a condenação justo agora no período eleitoral e prometeu recorrer contra a decisão.

 

Medalhado

Em solenidade marcada para hoje à tarde, a Assembleia entregará a Medalha da Ordem do Mérito Parlamentar a Gilberto Occhi, presidente da Caixa Econômica Federal. A honraria é concedida a quem contribui para o engrandecimento de Sergipe e do Legislativo. A proposta de concessão da Medalha ao mineiro Occhi é de autoria da deputada estadual Goretti Reis (PMDB).

 

Debate

O Fórum Empresarial de Sergipe realizará debates com três dos sete candidatos a prefeito de Aracaju. O primeiro a ir ao encontro com representantes do PIB é Edvaldo Nogueira (PCdoB). Será às 29h30 do próximo dia 8, no auditório do CDL. No dia 15, vai ser a vez de Valadares Filho (PSB), enquanto João Alves Filho (DEM) debaterá seu programa de governo no dia 22 de setembro.

 

Sem caixa 2

A seccional sergipana da OAB instala nesta segunda-feira, o Comitê de Combate ao Caixa 2 Eleitoral. O objetivo é estimular a sociedade a fiscalizar as práticas políticas e denunciar crimes eleitorais como a compra de votos. Segundo o presidente da Ordem, Henri Clay Andrade, as eleições limpas são fundamentais para a efetivação da plena democracia. Tá certíssimo!

 

Promessas vazias

É impressionante a capacidade que os candidatos têm de prometer mundos e fundos aos eleitores. Diariamente, eles aparecem na televisão jurando que, se eleitos, vão fazer e acontecer, embora não digam como viabilizarão as mirabolantes promessas. Nenhum explica, por exemplo, onde conseguirá os recursos para executar os projetos absurdos apresentados no horário nobre. Misericórdia!

 

Vavá ataca JB

E o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) não se cansa de fustigar o governador Jackson Barreto (PMDB). Segundo o parlamentar, se JB tivesse cuidado melhor da gestão, não haveria ameaça de falta d'água em Aracaju, nem a folha dos servidores

estaduais estaria atrasada. Por fim, Vavá aconselha JB: “Menos férias, menos Europa, menos Ilhas Caribenhas. Mais presença no estado, mais trabalho e mais responsabilidade”. Aff Maria!

 

Recorte de jornal

 

Publicado no Correio de Aracaju, em 30 de janeiro de 1920.

 

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários