Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
10/08/2016 às 10h03

Doença da moda

Doença da moda

Somente em Aracaju, cerca de 400 pessoas estão acometidas pela febre da vitória, mal que aparece em parte da população a cada dois anos. No Brasil, são milhares de vítimas, chamadas ‘clinicamente’ de candidatos a prefeito, vice e vereador. Todas adquirem um repentino entusiasmo e saem por aí espalhando que serão eleitos, certamente entre os mais votados. Aos incrédulos, eles apresentam números fantásticos e explicam, por ‘A’ mais ‘B’, porque já se acham vitoriosos. Os “enfermos” se convencem com os tapinhas nas costas, os “Deus lhe ajude” e “estou com você” disparados por amigos e gozadores. Contam como certos os votos dos parentes e colegas de trabalho. Também costumam enxergar os concorrentes como derrotados. A “doença”, que, entre outras coisas, provoca miragens, não tem remédio conhecido, porém desaparece logo após a contagem dos votos. Deixa como seqüelas uma forte dor de cabeça e uma terrível mania de desconfiança: todos são vistos como traidores desalmados.

Deu pra trás

Pressionado pela Polícia, o vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado (PSDB), deu pra trás na acusação que fez contra os secretários municipais, acusados por ele de ladrões. Preferiu atribuir sua sinceridade - gravada e divulgada -, como um ato impensado num momento de muito estresse. O recuo do tucano levou a delegada Daniele Garcia a arquivar o caso. Aliás, Machadão fez jus a um princípio básico do PSDB: ficar em cima do muro!

Agrados

Quanto tempo faz que um político telefonou para você, parou o carrão com ar refrigerado para cumprimentá-lo, o convidou para uma festa 0800? Não lembra? Avexe- se não. A partir de agora, seu telefone vai ficar congestionado de tantas ligações amigáveis. Não fique surpreso se, ao chegar em casa, encontrar um sorridente engravatado aguardando-o para pedir ou comprar seu voto. Tome cuidado com as panelas, pois essa gente costuma ‘filar’ uma ‘bóia’ para parecer muito familiar. Vixe Maria!

Conta gotas

O governo de Sergipe começa a pagar amanhã, a folha salarial de julho passado. Quem trabalha nas Secretarias da Educação e da Saúde recebe a bufunfa integralmente. Os demais servidores serão pagos parceladamente. Quem ganha até R$ 7 mil recebe R$ 3,5 mil amanhã, e o restante no dia 22. Servidores com salários superiores a R$ 7 mil recebem 50% do salário nesta quinta e o resto no dia 22. Aposentados e pensionistas que ganham até R$ 7 mil, recebem R$ 3,5 mil amanhã, e a segunda parcela no dia 23, enquanto aqueles com benefícios superiores a R$ 7 mil receberão 50% na próxima sexta-feira e o restante no dia 23. Que sufoco!

Luto

A imprensa sergipana está de luto pela morte do repórter-fotográfico Jairo Andrade. “Véio Jairo”, como era carinhosamente chamado pelos amigos, registrou momentos marcantes da história de Sergipe, a exemplo dos primeiros Festivais de Artes de São Cristóvão, a resistência à ditadura militar e a fundação do PT. O corpo do jornalista está sendo velado no Cemitério Colina da Saudade, onde ocorrerá o sepultamento às 10h de hoje. Plagiando Machado de Assis, que a terra lhe seja leve, amigo!

Violência

O Ligue 180, número da Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, registrou um aumento de 133% nos relatos envolvendo violência doméstica e familiar no semestre passado. Nos relatos das vítimas estão casos sobre violências física (51,06%), psicológica (31,10%), moral (6,51%), cárcere privado (4,86%), sexual (4,3%), patrimonial (1,93%) - quando a pessoa não tem acesso aos seus próprios bens – e tráfico de pessoas (0,24%). Lastimável!

Desconforto

Veja o que o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) postou no twitter: “Sempre tive respeito aos que, ao final da carreira, escolhem o lazer, o descanso e as praias caribenhas pra gozar sua merecida aposentadoria. Como o governador Jackson Barreto já decretou a sua própria aposentadoria, não me sinto confortável em dar resposta aos seus ataques”. Homem, vôte!

Campinho de pouso

Decididamente, o chamado aeroporto de Aracaju não passa de um medíocre campinho de pouso. Apesar de caríssimo, o estacionamento está cheio de buracos e mato, os banheiros vivem imundos e sem material de higiene, o restaurante privilegia a sopa, enquanto a sorveteria nem sempre está funcionando. Para piorar, a Infraero suspendeu a ampliação do “aeroporto”, sob o argumento de que não tem recursos para tocar as obras. É uma esculhambação!

Caso de polícia

A Delegacia de Crimes Contra a Ordem Tributária deve concluir ainda este mês, as investigações sobre o uso indevido de verbas indenizatórias da Câmara de Aracaju. São investigados os vereadores Agamenon Sobral, Adriano Taxista, Agnaldo Feitosa, Anderson de Tuca, Jailton Santana, Valdir Santos, Augusto do Japãozinho, Ivaldo José, Max Prejuízo, Daniela Fortes, Dr. Gonzaga, Emmanuel Nascimento, Pastor Roberto Moraes, Renilson Felix e Adelson Barreto Filho.

Safra perdida

Cerca de 50% dos 200 mil hectares de milho plantados em Sergipe estão irremediavelmente perdidos. A falta de chuvas impediu o crescimento da plantação. Os produtores avaliam que os prejuízos cheguem aos R$ 600 milhões. Estas informações são do deputado estadual Georgeo Passos (PTC), que participou de uma reunião com 300 infelizes agricultores sergipanos.

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano O Tempo, em 19 de setembro de 1950.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários