Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
09/08/2016 às 09h44

O paraíso será aqui

O paraíso será aqui

Marqueteiros gabaritados já trabalham a todo vapor nas vistosas promessas com as quais vestirão os candidatos a prefeito de Aracaju. E o que não faltam são idéias a serem expostas no rádio e na televisão a partir do próximo dia 26. A depender das “viagens” dos profissionais de marketing, de janeiro de 2017 em diante, Aracaju terá uma ambulância do Samu em cada esquina, filas de médicos disputando pacientes nos postos de saúde, os congestionamentos serão coisa do passado e os marginais vão se mudar para outras cidades, tamanho será o número de guardas municipais para persegui-los. Quer mais? Os ônibus terão ar refrigerado e cumprirão os horários. Os prefeituráveis vão prometer ainda que a limpeza pública será impecável, centenas de empresas chegarão para gerar milhares de empregos, as escolas terão nível de primeiro mundo e as creches servirão caviar às criancinhas. Os candidatos e seus marqueteiros só não vão informar onde conseguirão recursos para transformar Aracaju num verdadeiro paraíso, mas isso é de somenos importância para quem deseja apenas conseguir os votos dos incautos.

Perde força

O supersecretário Carlos Batalha deixará a presidência da poderosa estatal Emurb e retornará ao comando da Secretaria de Comunicação de Aracaju. Segundo alguns vereadores, o comunicador estava usando a empresa em favor da candidatura do filho Thiago à Câmara Municipal. O comando da Empresa Municipal de Urbanização ficará com a secretária da Infraestrutura, Socorro Caccho.

Bate boca

Parece que o governador Jackson Barreto (PMDB) já encontrou com quem bater boca nesta campanha eleitoral. Desde que o PSB deixou o governo, JB fustiga o senador Antônio Carlos Valadares, que também não deixa por menos. Outro dia, Vavá disse que “governador solitário, que vai a uma audiência com o presidente sem qualquer parlamentar, pede o que não pode e fala o que não sabe”. Em resposta, Jackson afirmou preferir ser “um governador solitário do que ter a companhia do deputado André Moura”. Aff Maria!

Engana os bobos

Um dia essa coisa muda,

E o candidato no jeito

Aprende a enganar o povo,

Diz no discurso perfeito,

Pretender sim, se eleger,

Mas só querendo fazer

Seu pé-de- meia bem feito.

Os versos acima são do cordelista Adriano Santori.

Mão no fogo

E o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), reuniu os secretários para dizer que bota a mão no fogo por todos eles. A explicação se fez necessária depois que o vice José Carlos Machado (PSDB) afirmou que os auxiliares do demista só pensam em roubar. João advertiu, contudo, que se alguém meter a mão no dinheiro público será demitido por telefone. Vixe Maria!

Na Polícia

A sinceridade de José Carlos Machado tem lhe rendido muitas dores de cabeça. Ontem, ele passou parte do dia telefonando aos secretários municipais para se desculpar. Não negou ter afirmado que eles só pensam em roubar, mas disse que falou num momento impensado. Hoje, Machadão comparece à Delegacia de Defraudações para explicar melhor à Polícia essa história de que os auxiliares do prefeito João Alves Filho só pensam em botar a mão grande no dinheiro público. Misericórdia!

Boquinha

Como amigo não abandona amigo, o governador Jackson Barreto arranjou um boquinha supimpa para Roseli Andrade, esposa do ex-deputado estadual Luciano Bispo (PMDB). A moça já foi empossada como superintendente executiva da Secretaria de Assistência Social. O cargo equivale ao de secretária-adjunta e o salário não é de se jogar fora. E ainda dizem que o governo não tem dinheiro para pagar a folha de pessoal em dia. Pois tá!

Aula pública

Hoje à tarde, tem aula pública na Praça General Valadão, centro de Aracaju. Organizado  pela Frente Sergipana Brasil Popular, o ato tem como tema “Maldades de Temer Golpista e a Resistência ao Golpe”. Segundo os organizadores, trata-se de uma ação educativa objetivando dialogar com a população sobre o desmonte das políticas públicas impostas pela agenda deste governo temerário. Prestigie!

Braços cruzados

Para alegria da malandragem, policiais e bombeiros militares estão de braços cruzados em Sergipe. Para cobrar melhoria salarial, eles só vão às ruas se os coletes balísticos estiverem em perfeito estado e se os pneus das viaturas forem novinhos. No interior, já tem PM fazendo ronda a pé, pois se recusa a entrar no carro com pneus carecas. Tá certo! Ora, essa exigência devia ser permanente, pois acima de tudo está a segurança do policial.

Dinheiro fácil

Sugestão para os candidatos que não sabem aonde conseguir dinheiro para gastar nesta campanha eleitoral: pegue R$ 3,50 e faça uma fezinha na Mega-Sena. A loteria está acumulada e deve pagar hoje R$ 19 milhões a quem acertar sozinho as seis dezenas sorteadas. De uma coisa pode ficar certo: para alguns candidatos é mais fácil ganhar a bolada da Mega-Sena do que conseguir os votos suficientes para se eleger.

Chegay, a feijoada!

A 2ª Feijoada Chegay vai acontecer no dia 28 próximo. Será um preparativo para a Parada LGBTT, prevista para à tarde do mesmo dia, na Orla de Atalaia, em Aracaju. Dirigido especialmente ao público alternativo, mas aberto a todos os amantes de um bom prato, o comes e bebe acontecerá no Clube do Banese, ali no bairro Coroa do Meio. E então, vai perder?

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano O Republicano, em 1º de julho de 1890.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários