Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
01/07/2016 às 15h06

Os rejeitados

Os rejeitados

Mesmo com maioria folgada na Assembleia, o governador Jackson Barreto (PMB) não conseguiu incluir na Lei de Diretrizes Orçamentária um artigo prevendo que Judiciário, Legislativo, Tribunal de Contas e Ministério Público voltassem a pagar os seus aposentados. Para não ser derrotado em plenário, JB suprimiu o polêmico artigo do projeto da LDO. Este episódio deixou clara a forma discriminatória com são tratados os aposentados, acusados injustamente pelo desequilíbrio financeiro do Estado. Em sua justificativa para devolver os inativos aos órgãos de origem, o governo alegou que se só pagasse as aposentadorias do próprio Executivo teria recursos para reajustar os salários dos servidores. Por sua vez, Judiciário, Legislativo, TCE e MPE reagiram contra a “devolução” de aposentados, sob a alegação de que, com mais essa despesa, terminariam descumprindo a Lei de Responsabilidade Fiscal. O loby convenceu a maioria dos deputados, forçando o governo a continuar bancando todas as aposentadorias do serviço público estadual, mesmo que essa despesa o obrigue a fazer um aporte mensal de R$ 100 milhões para cobrir o rombo da previdência. Decididamente, este é um poço sem fundo.

Sentiu o golpe

A reação de peesebistas sobre o apoio do PMDB ao prefeiturável Edvaldo Nogueira (PCdoB) deixa claro que o PSB sentiu o golpe. A preocupação é que o comunista polarize a campanha com o prefeito João Alves Filho (DEM), o que seria péssimo para o pré-candidato Valadares Filho (PSB). A preocupação é tanta que ontem o deputado estadual Luciano Pimentel (PSB) fustigou o PMDB por ter desistido de apresentar candidato próprio para apoiar Nogueira, a quem chamou de arrogante. Aff Maria!

Fora do ar

O site da Prefeitura de Aracaju amanheceu hoje fora do ar. Segundo a Secretaria Municipal de Comunicação, o portal passará por adaptações visando cumprir as determinações da legislação eleitoral. Tão logo isso seja feito, todos os serviços disponibilizados no site estarão funcionando normalmente.

Desleixados

Mais de 300 diretórios municipais de diversos partidos podem ser impedidos de participar das próximas eleições, simplesmente porque seus presidentes não informaram o CNPJ à Justiça Eleitoral. Segundo o TRE, se até a data da convenção partidária, a pendência não for regularizada, o partido não poderá apresentar candidatos a prefeito e vereador. É muito desleixo, não?

Lei Samuel

Veja o que publica hoje o Jornal da Cidade: “Os deputados estaduais aprovaram ontem uma lei permitindo aos militares o retorno às suas funções, após exercerem mandatos eletivos. A providência pode ter sido tomada para beneficiar o deputado estadual capitão Samuel, único em Sergipe nesta condição. Se for isso mesmo, a norma legal será apelidada de Lei Samuel”. Homem, vôte!

Forró Siri 

Até domingo, Socorro será o destino de muitos políticos, todos interessados em medir a popularidade junto ao grande público que prestigia o Forró Siri. Aberta ontem à noite, a festa foi prestigiada pelo governador Jackson Barreto (PMDB). Hoje e amanhã, passarão pelo palco do Forró Siri artistas e bandas como Sena e Forró na Roça, João da Passarada, A Firma, Marília Mendonça, Pedrinho Pegação, Patricinha do Forró, Forró Biss, Cintura Fina, Léo Magalhães e Fogo na Saia. Prestigie!

Vida mansa

Cansados de tanto trabalhar em favor dos sergipanos, os 24 deputados estaduais estão de férias desde ontem. Permanecerão 30 dias de pernas pro ar. Quando retornarem ao “batente”, se interessarão mais pelas eleições municipais do que pelos problemas do povo. Vida melhor do que a dos deputados só a de quem é vereador em Aracaju, pois a Câmara iniciou o recesso parlamentar na semana passada. Ô, vidão!

Coisas de amor

Numa encruzilhada de Aracaju, um pequeno despacho chamava ontem a atenção dos transeuntes. Uma garrafa de cidra barata, alguns cigarros espalhados pelo chão, uma caixa de fósforos aberta e uma rosa vermelha largada. Quem entende de macumba jura que aquele tipo despacho é para resolver coisas de amor. Resta saber se os "santos" aceitaram a prenda.

Na terrinha

E quem esteve ontem em Aracaju foi o ministro da Educação, Mendonça Filho. Veio participar da 2ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Secretários de Educação do Brasil. Em nome do governador Jackson Barreto, o secretário Jorge Carvalho disse ao ministro que Sergipe “deposita esperanças para que possamos ser bons parceiros”. O visitante prometeu “empreender um espírito federativo para vencer todos os desafios que o Ministério tem pela frente”. Então, tá!

E agora?

Quando a Grécia esteve treinando em Aracaju, durante a última Copa do Mundo, a Fifa espalhou cartazes na capital dizendo que “Somos todos gregos”. E agora, que o Japão vem preparar aqui seus atletas para os Jogos Olímpicos, seremos todos japoneses? O idioma nem é esse problema todo, o difícil mesmo será puxar os olhos. Douzo, Watashi wa burajiru-jin desu!

Recorte de jornal

 

Publicado no jornal aracajuano Folha da Manhã, em 23 de julho de 1939

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários