Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
27/06/2016 às 08h27

A vez é de Edvaldo

A vez é de Edvaldo

Quem esteve nos últimos dias com o governador Jackson Barreto (PMDB) garante que ele já se definiu pelo prefeiturável Edvaldo Nogueira (PCdoB). Mesmo preferindo apoiar o ex-secretário da Saúde, Zezinho Sobral (PMDB), JB teria sido convencido pelas pesquisas e conversas com os aracajuanos que o comunista tem mais chance de derrotar o prefeito João Alves Filho (DEM). Diante disso, é quase certo que o governador deve anunciar hoje seu apoio a Edvaldo, numa chapa que poderá ter Eliane Aquino (PT) como candidata a vice. E como fica o PMDB? Mesmo a contragosto, vai apoiar a decisão de Jackson, líder maior da legenda e verdadeiramente quem possui votos em Aracaju. A escolha de Nogueira também deve pacificar o PT, em sua maioria, simpático a esta pré-candidatura. Com os peemedebistas se definindo pelo comunista, o tabuleiro eleitoral da capital ficará praticamente montado: João Alves disputará a reeleição contra Edvaldo, Valadares Filho (PSB), Sônia Meire (PSOL), Emerson Ferreira (RD) e, possivelmente, Eduardo Amorim (PSC). Portanto, façam suas apostas!

 

Não vende

E o governo estadual jura de pés juntos que não pensa em privatizar a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso). Diz nunca ter negociado com o governo federal a venda de estatais, “não existindo nenhuma tratativa neste sentido”. Em nota, o Executivo sergipano informa que não houve qualquer condicionamento neste sentido durante a negociação das dívidas dos estados com a União. Então, tá!

 

Vida mansa

Lembrete a quem amanheceu nesta segunda-feira na maior pindaíba: cada vereador de Aracaju custa anualmente aos contribuintes a bagatela de R$ 1,4 milhão. Pior é que, diferente de quem trabalhada de sol a sol para ganhar um minguado salário mínimo, os vereadores aracajuanos quase nada fazem para justificar as mordomias a que têm direito. São uns marajás!

 

Nova regra

Já está valendo a regra impondo limite mínimo de 39 semanas de gestação para que médicos possam fazer cesáreas em gestantes que optam por este tipo de parto. Mulheres que tinham o parto agendado para antes disso devem remarcar o procedimento. Antes dessa norma do Conselho Federal de Medicina, era permitido fazer cesárea eletiva a partir da trigésima sétima semana de gravidez.

 

Faz de conta

Mesmo proibidos pelo Tribunal de Contas do Estado de promoverem festa junina, municípios sergipanos endividados botaram as quadrilhas juninas nas ruas e queimaram grana com shows, rojões e cachaça. Alguns prefeitos prometeram ao TCE quitar todas as dúvidas depois do forrobodó, enquanto outros fizeram ouvidos de mercador à proibição.

 

Antes e depois

No período eleitoral

Candidato vira santo

Bota a cara em todo canto

Favela, sítio, hospital,

Tapera, escola, curral,

Velório, igreja, pensão,

Promete o céu e o chão

Jura descaradamente

Mas muda radicalmente

Quando acaba a eleição!

 

O cordel acima é do poeta Merlânio Maia

 

Feijão maravilha

E o preço do feijão carioca ou mulatinho segue nas alturas: até R$ 13 o quilo nas feiras livres. Segundo o IPCA-15, entre maio e junho o valor do produto subiu 16,38%. O elevado preço do carioquinha está puxando outros grãos como o feijão-preto, de corda e fradinho. O preto, que antes da carência do mulatinho, era vendido por R$ 4, saltou para R$ 8. Mais caro de todos é a fava seca: R$ 15 um quilinho nos mercados de Aracaju. Um absurdo!

 

Inimigos do povo

Você ainda lembra os nomes dos vereadores que, em 2013, votaram pela criação da Taxa de Iluminação Pública de Aracaju? Para refrescar sua memória, segue a relação dos inimigos do povo: Agamenon Sobral, Anderson de Tuca, Augusto do Japãozinho, Doutor Agnaldo, Doutor Gonzaga, Robson Viana, Pastor Jony, Jailton Santana, Manoel Marcos, Renilson Félix, Pastor Roberto Moraes, Max Prejuízo, Ivaldo José, Adriano Taxista e Valdir Santos. O presidente da Câmara, Vinicius Porto, não votou, mas apoiou o projeto e trabalhou pela aprovação. Lembre-se desses suplicantes nas eleições deste ano!

 

Mau aluno

Veja o que publicou em O Globo o jornalista Lauro Jardim: “O Palácio do Planalto tem percebido que André Moura tem, volta e meia, errado em votações no plenário da Câmara por falta de conhecimento do regimento interno. Moura, que aprendeu tanta coisa com Eduardo Cunha, poderia ter aproveitado para ter com o chefe umas lições sobre o regimento, assunto em que Cunha é craque”.

 

Com JB

E o PRB apoiará o prefeiturável de Aracaju indicado pelo governador Jackson Barreto (PMDB). Pelo menos é o que garante o deputado federal Jony Marcos, uma das lideranças do PRB sergipano. O moço não acredita que os demais partidos da base governista fiquem contra a indicação feita por JB: “Quem vai se opor ao governador, se é ele quem possui votos em Aracaju?”, indaga Jony.

 

Tapa na macaca

Maconheiros de 15 estados, inclusive de Sergipe, participaram ontem, no Recife, de mais uma marcha pela liberação da maconha. Antes, os “malucos” prestigiaram o Encontro Nacional de Coletivos e Ativistas Antiproibicionistas, realizado na Universidade Federal de Pernambuco. Alí, foi esboçado um anteprojeto de lei de iniciativa popular para regular as drogas no Brasil. Durante a marcha não faltaram “baseados” nas mãos e bocas dos manifestantes. “Chose de loque”!

 

Recorte de jornal

 

Publicado no jornal Folha de Sergipe, em 16 de novembro de 1907.

 

Resumo dos jornais

 

 

Postado por Adiberto Souza
Comentários