Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
02/06/2016 às 09h55

Forró fraudado

Forró fraudado

Prefeituras em débito com servidores e com a previdência social preparam artimanhas para fazer de contas que respeitam a proibição do TCE de não custearem os festejos juninos. Em ano eleitoral, os prefeitos não querem deixar de bancar o tradicional pão e circo para o povo. Ademais, a contratação de grandes bandas de forró sempre rende alguns bons trocados aos gestores, dinheiro providencial nesta época de vacas magras. Aliado de primeira hora do prefeito João Alves Filho (DEM), o vereador Agamenon Sobral (PHS) denunciou que um empresário de festas pagou R$ 1,2 milhão à Prefeitura para lucrar com o Forró Caju: “Isso cheira a falcatrua”, berrou Sobral no plenário da Câmara. A denúncia do vereador precisa ser melhor avaliada, porém levanta forte suspeita sobre uma possível armação. Em sendo confirmada a grave acusação de Agamenon, a administração do prefeito João Alves Filho (DEM) estaria driblando a proibição do Tribunal de Contas de Sergipe para, mesmo pagando os salários dos servidores com atraso de até 12 dias, promover o Forró Caju visando tirar dividendos eleitorais.

 

Pega pra capar

Não convidem para a mesma quadrilha junina o vereador Agamenon Sobral (PHS) e o secretário de Comunicação de Aracaju, Carlos Batalha. Invocado com a suspeita do parlamentar de que existe falcatrua no Forró Caju, o auxiliar do prefeito João Alves Filho (DEM) perdeu as estribeiras e chamou Agamenon de “louco, burro, analfabeto, imbecil e desequilibrado”. E Batalha ainda prometeu processar Agamenon. Aff Maria!

 

Aparando arestas

A depender do presidente biônico Michel Temerário (PMDB), a primeira reunião dele com os 27 governadores acontecerá na semana que vem. Na pauta a renegociação das dívidas estaduais. Está será a primeira vez que o governador Jackson Barreto (PMDB), contrário ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), se encontrará com o novo inquilino do Palácio do Planalto.

 

Rasteira

E o prefeito de Socorro, Fábio Henrique (PDT), levou uma baita rasteira do vereador aliado Roberto Wagner, o “Betinho” (PMDB). Na calada da noite, o moço fechou uma aliança com o deputado estadual e prefeiturável Padre Inaldo (PCdoB). “Fiquei surpreso, não esperava isso de quem começou na vida pública comigo”, queixou-se Fábio à jornalista Cássia Santana. Pelo entendimento, “Betinho” será candidato vice-prefeito de Socorro na chapa do reverendo comunista. Misericórdia!

 

Pelo ladrão

Será que o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, está correto quando diz que se tirar do Congresso todos envolvidos em corrupção, não sobram mais do que cinco? Você é capaz de relacionar rapidamente cinco congressistas honestos? Ganha uma mariola quem conseguir tamanha proeza em dois minutos.

 

Nome aos bois

Vereadores de Aracaju estão distribuindo moradias do Programa Minha Casa, Minha Vida com eleitores da periferia. A grave denúncia é do também vereador Emmanuel Nascimento (PT). O petista precisa revelar os nomes dos parlamentares que estão usando um programa social do governo federal em troca de votos. 

 

Na boléia

O ministro do Turismo, Henrique Alves, confirmou presença na 51ª Feira do Caminhão, que acontece em Itabaiana de 9 a 12 deste mês. Convidado para a festa pelo líder ficha suja do governo, deputado André Moura (PSC), o ministro disse que ajustará a agenda para prestigiar a Festa dos Caminhoneiros. Também prometeu liberar recursos para o turismo sergipano. Então, tá!

 

Tiro errado

Invocados porque o governo recorreu contra a decisão da Justiça obrigando-o a pagar os professores aposentados dentro do mês, representantes do Sindicato dos Educadores ocuparam a sede do Sergipeprevidência. O tiro pode sair pela culatra, pois o barulho e a aglomeração nas dependências do órgão estão atrasando a confecção da folha de pagamento dos aposentados, anteriormente prevista para o dia 12.

 

Massa de manobra

No entender do juiz de Direito de Lagarto, Marcel Montalvão, os donos do WhatsApp usam o povo como “massa de manobra”. Em sua decisão, que bloqueou o aplicativo em abril passado, o magistrado acusa o Facebook, dono da ferramenta, de “zombar” da Justiça brasileira ao não liberar informações para investigações sobre uma quadrilha de traficantes. Esta informação é do jornal Folha de São Paulo.

 

Livres para voar

Dez pássaros silvestres, entre eles um papagaio, foram apreendidos em São Cristóvão pelo Pelotão da Polícia Ambiental. As aves, que estavam engaioladas em um bar localizado no bairro Rosa Elze, foram levadas para o Ibama, devendo serem liberadas tão logo passem por uma avaliação. O dono dos pássaros vai responder por crime ambiental.

 

JB pressiona

E o ex-deputado Jerônimo Reis (PMDB) só não será candidato a prefeito de Lagarto se não quiser. Ontem, o governador Jackson Barreto (PMDB) o recebeu em Palácio para pressioná-lo a disputar o pleito. “Lagarto precisa de Jerônimo”, disse JB ao final do encontro. O ex-paramentar deixou o Palácio muito estimulado, porém pretende conversar antes com suas bases políticas.

 

Recorte de jornal

 

 

 

 

Publicado no jornal Folha de Sergipe em 16 de outubro de 1907.

 

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários