Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
30/05/2016 às 07h56

Reféns do medo

Reféns do medo

A classe política de Aracaju se assustou com o seqüestro relâmpago sofrido pelo vereador Emmanuel Nascimento (PT), e o assalto praticado contra o também vereador Valdir Santos (PTdoB). Os dois crimes, ocorridos no curto espaço de oito dias, acenderam a luz vermelha para quem pretende pedir votos na periferia da capital. Como fazer corpo a corpo sem ser atacado pelos marginais em áreas de risco como os bairros Santa Maria, Almirante Tamandaré, Baixa da Cachorrinha e tantos outros? Além do perigo de assaltos, muitos vereadores ainda terão que explicar ao povo porque aprovaram o reajuste do IPTU, o aumento da passagem dos ônibus e a criação da taxa de iluminação pública. E para complicar ainda mais a vida dos políticos, principalmente os compradores de votos, as empresas não podem mais fazer doações em dinheiro aos candidatos. Decididamente, a campanha eleitoral que se avizinha não será nada fácil para quem pretende pedir votos pelas ruas e vielas da capital sergipana.

Inelegível

O porte ilegal de uma pistola ponto 40 causou sérios prejuízos ao vereador de Socorro, Zé Hilton Motos (PSB). Ele acaba de ser condenado a três anos de reclusão, transformados em pena pecuniária, prestação de serviço à comunidade, multa e perda dos direitos políticos. Zé Hilton, que nas eleições de 2012 foi o mais votado do município com 2.218 sufrágios, terá que recorrer da decisão se quiser disputar a reeleição este ano. Danou-se!

Últimos dias

Está chegando ao fim o prazo dado pelo governador Jackson Barreto (PMDB) para anunciar o pré-candidato de sua preferência a prefeito de Aracaju. No início do ano, JB prometeu escolher até o fim deste mês, seu prefeiturável entre Zezinho Sobral (PMDB), Edvaldo Nogueira (PCdoB) e Valadares Filho (PSB). Como este último saltou do barco governista, Jackson ficou com duas opções. Mesmo assim, é provável que o governador deixe a escolha para o final de junho ou, quem sabe, lá para agosto. Duvida?

E daí?

A Tocha “desfilou” por Sergipe sem trazer nada de positivo para os sergipanos. Alguns políticos atocharam-se à “danada” e saíram correndo com ela rua a fora, enquanto outros, pateticamente, tentaram angariar simpatia posando para fotos ao lado do símbolo olímpico. A muito bem protegida comitiva consumiu recursos públicos, causou acidentes no trânsito e foi-se embora sem deixar saudades. Plagiando o jornalista sergipano Ancelmo Goes, não foi nada, não foi nada, não foi nada mesmo!

Ficha suja

E a chamada grande imprensa segue tirando o couro do deputado ficha suja André Moura (PSC). Veja o que escreveu o colunista Clóvis Rossi na Folha de São Paulo: “Para demonstrar que é um presidente forte (ainda que interino) Temer disse: ‘Fui secretário de Segurança Pública duas vezes em São Paulo e tratava com bandidos’. Tratava, não, cara pálida. Trata ainda, a julgar pelo currículo (ou folha corrida?) do líder do governo na Câmara, o deputado André Moura (PSC-SE): réu em três ações penais no STF, investigado em três inquéritos —um deles sobre tentativa de homicídio— e condenado por improbidade administrativa”. Aff Maria!

Festa militar

E o governador Jackson Barreto (PMDB) preside, hoje à noite, a festa de promoção de praças e oficiais da Polícia Militar. Ganharão novas divisas nove 2º sargentos, que se tornarão 1º sargentos, além de 44 oficiais, que avançam aos postos de 2º tenente; 1º tenente; capitão; major, tenente-coronel e coronel. Na mesma solenidade, marcada para o Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, 36 pessoas receberão a Medalha do Mérito Militar. Prestigie!

Estão limpos

No rumoroso processo que, ano passado, investigou a milionária “lavagem” dos recursos das subvenções da Assembleia, sete deputados estaduais foram inocentados pela Justiça. Portanto, estão limpos os parlamentares Antonio dos Santos (PMDB), Maria Mendonça (PP), Gilson Andrade (PTC), Ana Lúcia Menezes (PT), Francisco Gualberto (PT), Garibalde Mendonça (PMDB) e Luiz Mitidieri (PSDB).

Pra ser político

À família dos defuntos

Dê um brilhoso caixão,

Um ramalhete de rosas,

Aperto de mão em mão,

Diga que vá procurá-lo

Pra comer de seu pirão.

A definição acima está no bem acabado cordel ‘O ladrão e o político’, do poeta José Augusto, de Mossoró (RN).

E o PCCV?

Os servidores da administração direta do Estado esperam para hoje ou amanhã o anúncio da implementação do Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos (PCCV). O próprio governador Jackson Barreto (PMDB) prometeu ao funcionalismo público anunciar o benefício até o final deste mês. A questão é saber de onde sairão os recursos para implementar o PCCV, uma antiga reivindicação dos servidores.

Alça de mira

Os opositores do prefeito de Estância, Carlos Magno (PSB), devem lhe aplicar muitas “pancadas” durante a campanha eleitoral deste ano. Já propagam aos quatro cantos da cidade que Magno destruiu os festejos juninos e carnavalescos da cidade e não cumpriu as promessas de campanha. Vem aí, a hora da cobrança. Esta informação é do blog Primeira Mão.

Foi João quem fez

É voz corrente na cidade que o exorbitante aumento de até 300% na Taxa de Terrenos de Marinha cobrada em Aracaju foi provocado pelo não menos exagerado reajuste do IPTU, autorizado pela Câmara de Vereadores a pedido do prefeito João Alves Filho (DEM). Para majorar a taxa, o Serviço do Patrimônio da União (SPU) teria utilizado o novo cálculo do IPTU progressivo imposto pela administração de João Alves. Homem, será?

Recorte de jornal

Publicado no jornal Folha de Sergipe, em 12 de janeiro de 1907.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários