Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
19/04/2016 às 08h39

Ponte peemedebista

Ponte peemedebista

Ao votar favorável à admissibilidade do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) o deputado federal Fábio Reis (PMDB) foi mais útil ao governador de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB), do que se tivesse votado contra quando o Fla-Flu político já estava decidido. “Senhor presidente, eu voto sim”. Com estas cinco palavras, o jovem parlamentar lagartense se transformou na ponte para reaproximar JB, um peemedebista histórico, do ainda vice-presidente Michel Temer (PMB). O voto de Fábio e o seu mandato na Câmara Federal também funcionarão como obstáculos contra aqueles desejosos de tomar o comando do PMDB sergipano. Político experimentado e precisando de base sólida no Congresso, Michel Temer não vai contrariar o governador e, por conseqüência, o próprio Fábio Reis, que consolidou com seu voto a vitória pela admissibilidade do impeachment da petista.

Torturador e covarde

O coronel Ustra, herói do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), foi um torturador covarde. Veja o que diz sobre o militar a ex-presa política Amelinha Teles. “Fui espancada por ele ainda no pátio do Doi-Codi. Ele me deu um safanão com as costas da mão, me jogando no chão, e gritando 'sua terrorista'. Ele levou meus filhos de 4 e 5 anos para me ver numa sala, onde eu me encontrava na cadeira do dragão, nua, vomitada e urinada. O que é isto? Para mim, foi a pior tortura que eu já passei”. Sem comentário!

Auxílio-vergonha

O Conselho Nacional do Ministério Púbico mandou suspender o pagamento retroativo do auxílio-moradia a promotores e procuradores de Justiça de Sergipe. A decisão atendeu uma representação feita pelo conselheiro Walter Agra, para quem a medida viola os princípios de legalidade e da moralidade, proporcionalidade e razoabilidade. No início deste mês, o Colégio de Procuradores do MPE havia aprovado que o auxílio fosse pago retroativamente a 2006. ôch!

200 bandidos

No entender da deputada estadual Ana Lúcia (PT), a admissibilidade do impeachment da presidente Dilma (PT) foi aprovada na Câmara Federal “por mais de 200 bandidos e criminosos, a começar pelo presidente da Casa. Juntos, eles afrontaram a democracia, construída com muito sacrifício e com muita luta”. Homem, vôte!

Fama efêmera

E quem conseguiu alguns minutos de fama foi o advogado sergipano João Fontes. Favorável ao impeachment de Dilma Rousseff (PT), o moço usou a condição de ex- deputado para desfilar pelo plenário da Câmara à procura dos holofotes. O esforço para ser filmado na festa alheia pode lhe render a alcunha de Darlene, personagem de uma novela global que fazia tudo para aparecer na mídia. Misericórdia!

Greve branca

Os médicos municipais cruzaram os braços nesta terça-feira visando pressionar a Prefeitura de Aracaju a conceder reajuste salarial e melhores condições de trabalho. O Sindicato da categoria promete uma greve por tempo indeterminado se as reivindicações não forem atendidas. Por sua vez, os enfermeiros do município ameaçam entrar em greve a partir do próximo dia 2, se a Prefeitura insistir em pagar os salários com atraso.

BRT paraguaio

Secretários e servidores municipais perderam a viagem ontem, ao tentarem entregar documentos sobre o BRT paraguaio no Ministério Público Estadual. Chegaram depois do expediente e tiveram que retornar com quilos e mais quilos de papéis. Segundo eles, naquela papelada estão todas as explicações sobre os ônibus articulados e as faixas azuis e brancas pintadas nas avenidas. Resta saber se os argumentos sobre o BRT meia boca vão convencer os promotores de Justiça.

Vezeiros

De tão acostumados em roubar a Escola Municipal José Airton de Andrade, em Aracaju, os ladrões passaram a atuar durante o dia e de cara limpa. Para se ter uma idéia da ousadia, os safados já roubaram o estabelecimento oito vezes em menos de um ano, levando alimentos e material didático. A direção da escola diz não ter o que fazer para impedir a ação dos criminosos, enquanto a comunidade do entorno prefere silenciar sobre o assunto. Uma lástima!

Caia fora

O presidente do PMDB sergipano, João Augusto Gama, defende a renúncia de Dilma Rousseff (PT). Segundo ele, é preciso grandeza da petista para entender que o processo político acabou, e providenciar a transição para que a vida da Nação recomece. “Acho que ela deve se afastar antes da votação do Senado. É ruim que ela fique sangrando”, disse Gama ao colega Valter Lima, do Jornal da Cidade.

Noite de autógrafos

“Sabedoria Popular” é o título do livro que o desembargador Edson Ulisses lança hoje em Aracaju. A obra é fruto de pesquisas feitas nas comunidades, nas andanças, enfim, na trajetória da vida. "Com receio que, por conta da internet, essa cultura popular esmaeça com o passar do tempo, tive a ousadia de escrever”, explica o magistrado. A noite de autógrafo começa às 19h, no Museu da Gente Sergipana. Prestigie!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Notícia, em 23 de outubro de 1896.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários