Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
15/04/2016 às 07h42

Cozinhando o galo

Cozinhando o galo

Quase nada do que se diga ou escreva agora sobre as eleições municipais deste ano terá  validade em julho ou agosto, quando os partidos vão discutir pra valer as eleições em Aracaju, formalizar as chapas e colocar as campanhas nas ruas. Até lá, as lideranças políticas continuarão cozinhando o galo, pois ninguém vai querer imitar o peru e morrer politicamente de véspera. Portanto, algumas pré-candidaturas a prefeito postas nas ruas não passam de balões de ensaio ou desejos de pavões velhos em conquistar a maioria do terreiro. Nessa preliminar da sucessão municipal, só não é permitido pisar em falso. Quem o fizer termina depenado como galinha de granja em dia de feira.

BRT paraguaio

O Ministério Público de Sergipe está de olho no BRT paraguaio que o prefeito João Alves Filho (DEM) jura estar implantando em Aracaju. A promotora de Justiça, Monica Hardiman, concede entrevista coletiva nesta sexta-feira para informar os motivos que a levaram a abrir procedimento contra o embuste batizado pela Prefeitura de Bus Rapid Transit. Na verdade, o tal BRT se resume a alguns ônibus articulados, umas faixas azuis e brancas pintadas no asfalto e uma estranha e incômoda obra na rótula da avenida Beira Mar.

Voltou atrás

A Empresa de Serviços Urbanos de Aracaju retirou a representação feita à Corregedoria do Tribunal de Contas de Sergipe contra o presidente daquela corte, Clóvis Barbosa. A explicação para a desistência é que a empresa Cavo já moveu uma ação idêntica na Justiça contra o mesmo conselheiro. A alegação da estatal e da empresa coletora é que Clóvis mandou buscar na Emsurb os documentos referentes à licitação que escolheu a Cavo para coletar o lixo de Aracaju. E daí?

Requisitado

A presidente Dilma Rousseff (PT) e o vice Michel Temer (PMDB) telefonaram ontem para o governador Jackson Barreto (PMDB). A petista agradeceu o apoio que sempre teve de JB e garantiu ter votos suficientes para barrar o impeachment. Temer tentou, mais uma vez, convencer o aliado político e se posicionar favorável ao impedimento de Dilma. Jackson voltou a dizer que é contra o impeachment: “Estão articulando um golpe, um retrocesso na vida política do Brasil”, alerta.

Sem ética

E a vereadora Lucimara Passos (PCdoB) pediu a substituição dos integrantes da Comissão de Ética da Câmara de Aracaju. Titulares da Comissão, os vereadores Jailton Santana (PSDB), Adriano Taxista (PSDB) e Doutor Gonzaga (PMDB) estão sendo investigados no inquérito aberto pela polícia para apurar irregularidades no uso das verbas indenizatórias. Segundo Lucimara, o Regimento Interno do Legislativo prevê o afastamento do membro da Comissão de Ética que esteja sendo investigado, indiciado ou se já tiver sido condenado. Com a palavra o presidente da Casa, vereador Vinicius Porto (DEM).

Não sabe

Tem deputado federal que vai votar favorável ao impeachment da presidente Dilma sem saber direito porque querem afastá-la. Um desses é o deputado federal Adelson Barreto (PR). Entrevistado pelo Jornal da Cidade, ele disse não saber se a petista cometeu algum crime: “Eu não entendo do assunto, nem me especializei para saber concretamente. Se o impeachment resolver não sei, mas a gente não pode frustrar a esperança do povo”, discursa Adelson. Então, tá!

Marketing pessoal

E o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), encontrou uma forma para conseguir espaços na imprensa: visitar os donos dos veículos de comunicação. Ontem, ele e alguns assessores estiveram com os proprietários do sistema Atalaia de Comunicação, Walter Franco e Augusto Franco Neto. A visita não rendeu qualquer benefício para os aracajuanos, mas garantiu ao prefeito generosos espaços nos noticiários das emissoras Atalaia.

Auxílio-vergonha

Enquanto os servidores e aposentados do Estado recebem os salários com atraso de até 13 dias e não sabem o que é reajuste há três anos, os felizes conselheiros e procuradores do Tribunal de Contas de Sergipe vão botar no bolso mais de R$ 140 mil. Essa grana é referente ao retroativo do imoral auxílio-moradia. A farra do nababesco TCE vai custar aos contribuintes algo em torno de R$ 2 milhões. Lastimável!

É golpe!

Em vídeo publicado nas redes sociais, o ex-deputado federal Márcio Macêdo, atual secretário nacional de Finanças do PT, convida os sergipanos a participarem do ato em defesa da democracia. A manifestação vai acontecer na Orla da Atalaia, em Aracaju, no domingo, dia da votação do processo de impedimento da presidente Dilma Rousseff (PT). “Impeachment sem crime de responsabilidade é golpe”, garante Macêdo!

Bote fé

Tá quebrado e sem crédito para fazer um novo empréstimo? Pois arrisque na Mega- Sena acumulada a ser sorteada neste sábado (16). Caso acerte sozinho as seis dezenas, coisa fácil até demais, você bota no bolso a bagatela de R$ 60 milhões. Tudo bem que não é lá muita grana, mas deve ajudá-lo a pagar parte das dívidas. Ou não?

Recorte de jornal

Publicado em O Estado de Sergipe, no dia 29 de junho de 1935.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários