Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
14/04/2016 às 08h11

Vendedores de votos

Vendedores de votos

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil acaba de divulgar documento orientando os eleitores sobre o custo das campanhas eleitorais e a compra de votos. Em todo período eleitoral a Igreja Católica orienta o povo para não aceitar propostas indecorosas, enquanto a Justiça adverte os políticos sobre as punições aplicadas a quem tenta corromper o cidadão. Talvez para ser simpático à população, ninguém admite que também existe, por parte do eleitor, um clientelismo explícito. Quando muitos se aproximam do candidato, o fazem pensando em levar vantagem pessoal. É uma hipocrisia negar que, em muitos casos, a proposta de venda do voto parte do eleitor e é feita diretamente ao político. Ora, enquanto houver um mercado para a venda, haverá sempre alguém disposto a comprar. O lastimável nisso tudo é que os candidatos sérios, dispostos a trabalhar em favor da coletividade, que não aceitam o jogo da compra de votos, acabam sendo derrotados. Claro que é necessário punir os maus políticos, mas enquanto parte do povo continuar vendendo a consciência por alguns trocados, o comércio de votos permanecerá florescente.

Jura inocência

Em nota, o deputado estadual cassado Augusto Bezerra (PHS) jura ser inocente. Diz que teve as contas relativas às eleições de 2014 aprovadas pelo Tribunal Superior Eleitoral e que um de seus acusadores voltou atrás na delação premiada. Bezerra, que foi proibido pela Justiça até de frenquentar o prédio da Assembleia, conclui dizendo que não será bode expiatório, nem boi de piranha de ninguém. Então, tá!

Pela democracia

A Juventude do PT promove hoje, o ato “Estudantes pela Democracia” visando condenar o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Será a partir das 18h, no campus da Universidade Federal de Sergipe. Amanhã, será a vez de a Frente Sergipana Brasil Popular promover a “Aula Pública pela Democracia – o golpe e a perda de direito dos trabalhadores”. Este evento está marcado para as 16h, na praça Fausto Cardoso, centro de Aracaju.

Auxílio-vergonha

Conselheiros e procuradores do Tribunal de Contas de Sergipe já receberam a primeira parcela retroativa do imoral auxílio-moradia. Apenas o presidente do TCE, Clóvis Barbosa, e o procurador Eduardo Cortes optaram por não botar a mão na bufunfa. No Conselho Nacional do Ministério Público tramita ação do conselheiro Walter Agra considerando ilegal pagar o auxílio, retroativo a 2006, aos procuradores da Justiça e promotores sergipanos. Desnecessário dizer que essa gastança está sendo custeada pelo contribuinte. Uma lástima!

É golpe!

E o vereador aracajuano Iran Barbosa (PT) entende ser legítimo aos opositores dos governos disputarem a opinião pública, discordarem da política implementada pelos executivos e protestarem em relação a ações com as quais se tem discordância. “Há uma diferença entre manifestar livremente sua discordância e articular, sem base de sustentação, o impedimento dos governos legitimados pelas urnas, tentando derrubá-los. Isso é golpe!”, discursa o petista.

Fichas limpas

Dos 24 vereadores de Aracaju, apenas nove não estão sendo investigados pela Polícia, que apura possíveis irregularidades no uso das verbas indenizatórias da Câmara. Portanto, só ficaram de fora das investigações Bertulino Menezes (PSB), Doutor Émerson (Rede), Iran Barbosa (PT), Josenito Vitale (PSD), Bigode do Santa Maria (PMDB), Lucas Aribé (PSB), Lucimara Passos (PCdoB), Manuel Marcos (DEM) e o presidente Vinícius Porto (DEM).

Sabedoria popular

E quem está de livro novo é o desembargador Edson Ulisses. Segundo o autor, “Sabedoria Popular” é fruto de pesquisas feitas nas comunidades, nas andanças, enfim, na trajetória da vida. "Com receio que, por conta da internet, essa cultura popular esmaeça com o passar do tempo, tive a ousadia de escrever”, explica o magistrado sergipano. A noite de autógrafo está marcada para terça-feira próxima, no Museu da Gente Sergipana, em Aracaju. Prestigie!

Baixo clero

Veja o que publica hoje o Jornal da Cidade: “Muita gente em Sergipe achava que o deputado federal André Moura (PSC) fazia parte da Comissão do Impeachment, já que ele vem se colocando em sua comunicação dirigida ao nosso estado como um dos cabeças do processo. Não é bem essa a informação nos corredores da Câmara Federal. Além de o deputado não fazer parte da Comissão, o PSC sequer indicou algum nome. A briga lá é de cachorro grande”. Misericórdia!

Mais desemprego

E quem está preocupado com o provável fechamento da fábrica de cimento Nassau é o deputado estadual Georgeo Passos (PTC). Localizada em Socorro, a cimenteira já demitiu cerca de 200 trabalhadores. Ainda restam 230 empregados, mas o futuro deles é incerto, pois a empresa deve mesmo fechar as portas. “Infelizmente, caso isso se concretize, teremos mais desemprego justo em um momento tão delicado da nossa economia”, lamenta o parlamentar.

Água no chopp

Orientado pela assessoria jurídica, o PMDB suspendeu de última hora a festança, que realizaria ontem em Aracaju, para inflar a pré-candidatura de Zezinho Sobral a prefeito da capital. Os advogados alertaram que a Justiça Eleitoral poderia ver o evento como campanha antecipada. Alguns peemedebistas discordaram desse entendimento, porém a maioria optou por cancelar a concentração política.

Recorte de jornal

Publicado no Correio de Aracaju, em 24 de agosto de 1921.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários