Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
03/03/2016 às 07h37

Rolete chupado

Rolete chupado

As renúncias dos secretários João Durval (infraestrutura) e Luciano Paz (Saúde) pode ser o prenúncio de uma debandada sem precedentes na Prefeitura de Aracaju. Impossibilitados de cumprir as mirabolantes promessas feitas na campanha passada, muitos auxiliares do prefeito João Alves Filho (DEM) pensam em abandonar o barco, largar o osso. Os insatisfeitos consideram a administração do demista um rolete de cana chupado e, por conta do forte desgaste junto aos aracajuanos, não acreditam mais na reeleição do chefe. Sem muito para oferecer na reta final do desastroso governo, João Alves terá dificuldades para substituir os ex-auxiliares e os que estão de malas prontas. A alternativa tem sido se socorrer com a prata de casa, a exemplo do secretário municipal do Meio Ambiente, Eduardo Matos, escalado para substituir interinamente Luiz Durval. Portanto, se o prefeito não abrir o olho, daqui pra frente até a turma da copa lhe servirá cafezinho frio. Triste fim!

Tá pensando

O conselheiro aposentado do Tribunal de Contas, Reinaldo Moura, foi convidado para substituir Juvêncio Oliveira, que está deixando a Secretaria da Articulação Política e das Relações Institucionais. Velho amigo do prefeito João Alves, Moura pediu tempo para pensar, pois se aceitar o convite terá que deixar o rádio, atividade que retomou recentemente, após décadas afastado dos microfones.

Não paga

Para tristeza de alguns conselheiros e procuradores, o presidente do Tribunal de Contas de Sergipe, Clóvis Barbosa, decidiu não pagar o retroativo referente ao vergonhoso auxílio-moradia. Para negar o benefício, Clóvis se valeu do instrumento jurídico chamado prescrição. Tá certíssimo!

Extremos

Enquanto magistrados, promotores e integrantes do Tribunal de Contas têm direito a mais de R$ 4 mil de auxílio-moradia, 19 miseráveis famílias sem teto tiveram que desocupar ontem casas inacabadas construídas pelo governo na Barra dos Coqueiros. Receberam minguados R$ 300 para alugarem um quartinho e colocarem os poucos pertences. Eita Brasilzão sem jeito!

Beijinho

O governador Jackson Barreto (PMDB) deixou ontem o Palácio do Planalto super feliz. O motivo da alegria foi o beijinho que a desgastada presidente Dilma Rousseff (PT) lhe deu na cabeça. O carinho foi acompanhado da garantia de que, a partir de agora, ela será a madrinha de Sergipe. Tamos ferrados!

Arestas aparadas

E Jackson aproveitou a estada em Brasília para aparar algumas arestas políticas. Fez as pazes com o presidente nacional do PMDB Michel Temer, a quem lhe garantiu apoio para a reeleição. Depois, sentou com o senador Valadares visando colocar os pontos nos is sobre a política sergipana. Os dois fizeram questão de não revelar detalhes da longa conversa.

Quem avisa...

Em longa nota dirigida à tropa, o novo comandante da Polícia Militar, coronel Marcony Cabral, mandou um duro recado aos marginais: “Seja honesto ou saia de Sergipe”. Anteriormente, o secretário da Segurança Pública, João Batista, já havia alertado a malandragem: “Em Sergipe, bandidos e vagabundos não vão se criar”. Precisa ser mais claro?

Três a zero

Localizados ontem numa praia de Estância, quatro suspeitos de assaltos a bancos se deram muito mal. Segundo a Polícia, os procurados reagiram à voz de prisão. No confronto, três deles foram mortos. O quarto suspeito foi preso pelos homens do Complexo de Operações Policiais Especiais. E aí, vai dar a testa? 

Teste do cabelo

Os motoristas profissionais terão que fazer exames toxicológicos. Também conhecido como teste do cabelo, este exame permite identificar o uso de drogas por um período de, pelo menos, 90 dias antes da coleta. Determinada pelo Denatran, a medida visa à prevenção. Exames clínicos feitos em caminhoneiros voluntários mostraram que chega a 50% o número de motoristas usuários de drogas. Uma lástima!

Saco de pancada

E o nosso Confiança velho de guerra tomou uma nova surra do Bahia. O Esquadrão de Aço da boa terra deitou e rolou no Batistão, batendo o time da casa pelo folgado placar de três a zero. Nem precisa dizer que é muito vexatória a situação da equipe proletária na Copa do Nordeste.

Recorte de jornal

Publicado no Sergipe Jornal, em 2 de junho de 1934.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários