Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
01/03/2016 às 09h43

Ouvido não é penico

Ouvido não é penico

Com raras exceções, o rádio sergipano se transformou num palanque eletrônico, onde predominam a demagogia e o baixo nível. Diariamente, radialistas metidos a políticos, a cabos eleitorais, puxa-sacos e pistoleiros nada intelectuais abrem o bocão para defender seus interesses pessoais ou de quem os paga. Desnecessário dizer que neste ringue radiofônico os ditos comunicadores confundem os ouvidos da população com penicos. Resguardando novamente as exceções, as emissoras de rádio são usadas abertamente em benefícios de seus ‘donos’, dos amigos destes e dos comunicadores. Quando alguém resolve contrariá-los, cai no pau sem dó nem piedade. Felizmente, a sociedade sergipana sabe identificar o verdadeiro radialista, que usa o microfone para prestar serviços e fazer entrevistas esclarecedoras.

Faltou quórum

Ficou para a próxima quinta-feira a reunião dos 10 partidos que dão sustentação ao prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM). Marcado inicialmente para ontem, visando discutir as eleições deste ano, o encontro não aconteceu porque quatro legendas não mandaram representantes. A “falta de quórum” acendeu a luz amarela entre os aliados do prefeito, pois as ausências podem ser um prenúncio de debandada. Misericórdia!

Situação difícil

A  ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça, negou os embargos de declaração impetrados pela defesa do presidente da Assembleia, deputado Luciano Bispo (PMDB). A magistrada afirmou que a estratégia dos advogados tem o “intuito nitidamente protelatório”, ou seja, não cabem mais explicações ou estratégias jurídicas para livrar o réu da sentença. Acusado de desviar recursos da Educação quando era prefeito de Itabaiana, Luciano foi condenado à perda da função pública. Esta informação é do site Nenoticias.

Crise braba

E a Justiça sergipana não se cansa de fechar fóruns no interior. Até agora, 15 cidades ficaram sem os distritos judiciários, número que pode crescer ainda mais. Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores do Judiciário, Plínio Pughilesi, “fechar fóruns para economizar, enquanto se paga aos magistrados auxílio moradia de mais de R$ 4 mil e contracheques acima do teto de R$ 33 mil, é uma conta que não fecha”. Cruz credo!

Intimidação

A sede do PCdoB em Aracaju foi pichada com a frase “Volta CCC”, numa alusão ao covarde grupo paramilitar Comando de Caça aos Comunistas. Formado durante a ditadura militar, o CCC seqüestrou e assassinou um grande número de brasileiros contrários ao golpe militar. Segundo o presidente do PCdoB de Aracaju, Antônio Bittencourt, “pedir a volta do CCC é uma ação de violência descabida, uma afronta à democracia”. Ele tá certíssimo!

Unindo forças

Governo estadual, Justiça e Ministério Público vão criar uma força-tarefa contra a violência instalada em Sergipe. A proposta foi feita ontem pelo governador Jackson Barreto (PMDB), durante reunião com o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Luiz Mendonça, e o procurador geral do MPE, Rony Almeida. “Sergipe chegou a uma média inaceitável de homicídios. Queremos tomar medidas de prevenção e de combate à criminalidade”, explica Rony.

Em campanha

E quem está com todo o gás é o prefeiturável Valadares Filho (PSB). Ontem, ele esteve em Maceió para conhecer a administração do prefeito Rui Palmeira (PSDB), avaliado como o segundo melhor prefeito das capitais. “Fiz questão de conhecer ainda mais a gestão de Maceió que, mesmo diante do quadro da crise econômica, tem conseguido excelentes índices de aprovação, explica Valadares. Ele pretende visitar outras cidadesbem administradas.

E o PCCV?

O prometido Plano de Carreira, Cargos e Vencimentos (PCCV) foi discutido ontem entre o governador Jackson Barreto e representantes dos servidores da administração direta. JB informou que tem procurado uma resposta às reivindicações e direitos do funcionalismo. “Discutimos com o Sintrase a perspectiva concreta da implementação do PCCV. Estamos estudando e vamos, ainda esta semana, definir um prazo para este plano ser implementado”. Deus te ouça!

Rede diferente

O vereador e prefeiturável Emerson Ferreira (REDE) garante que o partido dele traz um projeto inovador e será uma alternativa para os aracajuanos nas eleições deste ano. “A população já está cansada das péssimas práticas políticas desenvolvidas no país. Entendemos que é preciso avançar, construindo uma sociedade com maior dignidade”, discursou.

Medo de ovos

Veja o que publica hoje o jornalista Diógenes Brayner no Correio de Sergipe: “O vereador Agamenon Sobral (PHS) tem deixado a Câmara de Aracaju com certo cuidado. Teme que alguém esteja com dúzias de ovos para jogar contra ele”. E Agamenon deve mesmo se precaver, pois com ambulantes vendendo 40 ovos por R$ 10, a “ovação” contra maus políticos ficou bem mais em conta.

Recorte de jornal

Blog

Publicado no Correio do Aracaju, em 15 de maio de 1875.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários