Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
12/01/2016 às 08h15

Briga de foice

Briga de foice

O secretário da Fazenda, Jeferson Passos, declarou guerra aberta aos auditores fiscais. Estes, por sua vez, direcionaram todas as armas contra o auxiliar do governo. E nessa briga de foice no escuro um lado procura desmoralizar o outro. Segundo Passos, os auditores estão chorando de barriga cheia, pois ganham salários de R$ 25 mil para trabalhar só um dia por semana. Pior, ainda querem um reajuste de 20%, mesmo sabendo da crise financeira vivida por Sergipe. Já o Sindifico acusa o secretário de ser um analfabeto em assuntos tributários, se recusar a negociar com a categoria, fechar postos fiscais, para alegria dos sonegadores, e distribuir benefícios fiscais sem critérios, além de aumentar impostos. Em nota, o sindicato garante que “Jeferson Passos, como secretário da Fazenda, é um ótimo bancário”. Taí uma briga que só interessa aos contrabandistas e sonegadores. Não é possível dizer quem ganhará essa refrega, porém é fácil saber que os sergipanos serão os grandes perdedores, pois os recursos não arrecadados agora farão grande falta a setores como saúde, educação e segurança pública. Uma lástima!

Meia boca

E o apoio do PSD de Aracaju ao prefeiturável Valadares Filho (PSB) foi meia boca. Na verdade, apenas os deputados estadual e federal Luiz Mitidieri e Fábio Mitidieri, além de alguns poucos pessedistas, levantaram a bandeira de Vavá Júnior. O presidente do PSD em Sergipe, deputado estadual Jeferson Andrade, nem deu as caras no evento. Também foram notadas as ausências do deputado estadual Gustinho Ribeiro e do vereador aracajuano Ivaldo José.

Mata velho

Nas redes sociais, o governo de Sergipe ganhou um novo slogan: “Mata Velho”. Tudo por conta dos sucessivos atrasos no pagamento dos aposentados. Desde que Jackson Barreto (PMDB) assumiu a administração estadual, os salários dos servidores já sofreram um atraso de 11 dias, sem contar o parcelamento do 13º. Inexplicavelmente, os velhinhos são os mais castigados: só amanhã (13), os coitados verão a cor da grana referente a dezembro de 2015. Os aposentados da Justiça, que sempre receberam no dia 20, já registram um atraso de 23 dias. Que horror!

Zero à esquerda

Zero. Esta foi a nota dada pela grande maioria dos internautas convidados a avaliar pelo Facebook a administração do prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM). Josué Rodrigues da Silva explicou o zero que deu ao demista: “Ele ainda não sabe que é prefeito”. Adenia Ribeiro deu a nota 10 a João, mas deixou claro que estava de brincadeira, ao postar o tradicional “Kkkk! Aumento do IPTU, crise na saúde, paralisação de obras, não cumprimento das promessas, como o BRT, e a visível falta de disposição do prefeito para administrar, foram os pontos mais criticado pelos internautas. Leia a matéria: http://www.destaquenoticias.com.br/maioria-dos- internautas-reprova-governo-de-joao-alves/

Energia nuclear

O governador Jackson Barreto (PMDB) externou pelo Facebook sua satisfação por ter recebido técnicos da Eletronuclear e executivos da empresa chinesa China National Nuclear Corporation. “Eles vieram apresentar o projeto de construção de um complexo de usinas nucleares. Estamos fazendo os primeiros entendimentos e demonstrando interesse de nos inserir nesse contexto. Não podemos deixar de pensar no futuro de Sergipe e do país dentro dessa discussão de alternativas para busca de energia”, escreveu um entusiasmado JB.

Abre e fecha

Em 2015 foram abertas em Sergipe 4.039 empresas, das quais 2.049 somente em Aracaju. O setor que mais constituiu negócios foi o de Serviços, com 58%, seguido pelo Comércio, com 34%. A Indústria respondeu por 8% das novas empresas. Também no ano passado, 3.329 empresas fecharam as portas. Por pouco não há um empate. Estas informações são da Junta Comercial de Sergipe.

Recadastramento

O Ipesaúde está fazendo o recadastramento dos beneficiários. O objetivo é atualizar as informações e dados relativos ao perfil do seu público. O processo atingirá todos os servidores estaduais e seus respectivos dependentes. O recadastramento também visa identificar possíveis fraudes, que comprometam a demanda pelos serviços e a situação financeira do instituto.

Violência denunciada

O Ministério da Educação informou que mulheres aproveitaram a redação do Enem para denunciar casos de agressão. O tema da redação de 2015 foi “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”. Pelo menos 55 mulheres denunciaram atos de violência que elas mesmas sofreram ou presenciaram. Tais fatos já foram informados ao Ministério Público Federal e a Secretaria de Políticas para as Mulheres.

Crime ambiental

O Pelotão Ambiental da Polícia Militar apreendeu 36 aves silvestres que estavam sendo comercializadas na feira livre do bairro Lamarão, na zona norte de Aracaju. Os donos das gaiolas e dos passarinhos fugiram ao notarem a presença da viatura policial. Posteriormente, as aves foram libertadas em área de mata e as gaiolas queimadas. Apenas um homem foi detido pela guarnição, pois portava uma gaiola com um azulão. Liberado horas depois, ele vai responder por crime ambiental.

Urubu contra Dragão

O adversário do Confiança pela Copa do Brasil 2016 será o Flamengo. O primeiro jogo vai acontecer no Batistão, em data ainda a ser marcada pela CBF. Pelas redes sociais, o presidente do Confiança, Luiz Roberto, já avisou: “Peço aos amigos e conhecidos que não me peçam cortesia para a partida Confiança e Flamengo. Comprem e colaborem com o Dragão. Juntem dinheiro ou peçam emprestado, pois não tenho cortesia”. Tá certíssimo!

Recorte de jornal

Publicado no Sergipe Jornal, em 29 de abril de 1927.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários