Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
07/01/2016 às 09h30

Caros e inseguros

Caros e inseguros

Além de caros, os ônibus da Grande Aracaju não oferecem qualquer segurança aos usuários. Diariamente, assaltantes atacam os passageiros, que já são massacrados pela superlotação, irregularidade dos horários e o deplorável estado de conservação dos terminais. Para se ter uma idéia de como é grave a situação, motoristas estão se recusando a dirigir para o povoado Sobrado, em Socorro. Alegam que condutores do transporte clandestino ameaçam queimar os ônibus daquela linha. Enquanto isso, o prefeito João Alves (DEM), que durante a campanha prometeu um transporte coletivo de primeiro mundo (cadê o BRT?), preferiu punir a população com um exagerado reajuste de 14,28% no preço da passagem. Por sua vez, as empresas não movem uma palha para proteger os passageiros, enquanto a Secretaria da Segurança Publica se contenta em atualizar a estatística com o número de assaltos praticados no interior dos coletivos. Uma lástima!

Dois pesos

Ávida por recursos, a Secretaria de Finanças de Aracaju alerta que quem atrasar o IPTU vai parar no SPC. E para onde deve ir uma administração municipal que atrasa os salários dos servidores e não paga em dia às empresas prestadoras de serviços?

Troca de apoio

O prefeito de Poço Redondo, Roberto Araújo (PT), desistiu de apoiar a pré-candidatura de Petrúcio (irmão do ex-prefeito padre Enoque Salvador). O petista anunciou que agora o seu pré-candidato é o advogado Bequinho, que atua em sua assessoria. Os comentários na cidade apontam para um rompimento entre Araújo e padre Enoque. Esta informação é do blog Primeira Mão.

Olho grande

E quem está de olho grande no “emprego” do secretário Zezinho Sobral é o presidente da Adema, Almeida Lima. Diariamente, são plantadas notinhas na imprensa dando conta que se Zezinho deixar a Saúde, seu lugar será ocupado por Almeidinha. No início do governo, Lima moveu paus e pedras para ser indicado secretário da Saúde, porém não conseguiu convencer o primo e governador Jackson Barreto. Será que agora consegue?

Ponto eletrônico

Os servidores comissionados (CC’s) e em função de confiança do Tribunal de Contas de Sergipe vão bater ponto eletrônico e trabalhar duas horas a mais por dia. O objetivo da medida é controlar a presença da galera no trabalho e aumentar a eficiência do TCE. Taí um exemplo que poderia ser seguido pela Assembleia Legislativa.

Encruzilhada

O PSC ainda não sabe qual rumo tomar na disputa eleitoral de Aracaju. Segundo a liderança maior do partido em Sergipe, senador Eduardo Amorim, os cristãos têm dois caminhos a seguir rumo ao pleito da capital: “A maior parte do grupo quer candidato próprio. Ou podemos apoiar o prefeito João Alves Filho”, explica Amorim. Ele mesmo pode ser o nome para disputar a Prefeitura.

Seguro safra

Fortemente atingidos pela seca, agricultores de Canindé, Gararu, Monte Alegre e Aparecida recebem desde dezembro o Seguro Safra, pago pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário. Na mesma situação, produtores de Poço Redondo e Porto da Folha também devem receber o benefício agora em janeiro. Ao todo, são 13.199 famílias de Sergipe com direito ao seguro, pago nos municípios onde a perda da safra agrícola foi superior a 50%.

Viola no saco

Um bandido se deu mal após assaltar dois estudantes na periferia de Aracaju, levando um celular e um violão. Perseguido pela polícia, o malandro abandonou o saco com os produtos roubados e um revolver com seis munições, mas foi alcançado e preso. Bem feito!

De olho na eleição

O PSD reuniu ontem filiados interessados em participar das eleições em Aracaju. Coordenada pelo deputado federal Fábio Mitidieri, a reunião tratou sobre a disputa para a Prefeitura da capital. A maioria defende que a legenda lute para participar da chapa majoritária. A partir de agora, a direção do PSD começa a dialogar com outros partidos sobre as eleições deste ano.

Missão espinhosa

Nomeado com um gordo salário na Secretaria Estadual da Casa Civil, o ex-prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), diz que tem trabalhado duro para implantar a Agência Reguladora de Serviços de Sergipe (Agrese). Será que consegue cumprir a árdua missão até abril próximo, quando deverá deixar o “emprego” para se candidatar a prefeito de Aracaju? E como ficará a Agrese sem a importante contribuição do comunista?

Recorte de jornal

Publicado no Correio de Aracaju em 1º de janeiro de 1911.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários