Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
15/12/2015 às 10h19

Servidor de 2ª classe

Servidor de 2ª classe

Sergipe possui dois tipos de servidores públicos. Embora pagos pelo mesmo cofre, eles se dividem em primeira e segunda classes. Os funcionários do Governo não têm reajustes há anos, recebem os salários com atraso de 11 dias, e o 13º será dividido em seis módicas parcelas. Do outro lado, estão os “primos ricos”, que trabalham para a Assembleia, Tribunal de Justiça, Ministério Público e Tribunal de Contas. Estes têm aumentos anuais, os salários são depositados no dia 20 do mês por findar e, esta semana já receberão o 13º integral, direito líquido e certo do trabalhador. No vagão da segunda classe também estão os aposentados dos três poderes, do MPE e do TCE. Ontem, ao tomar posse como presidente do Tribunal de Contas, o conselheiro Clóvis Barbosa disse ter vergonha de receber no dia 20, enquanto milhares de servidores do Executivo só recebem no dia 11 do mês seguinte ao trabalhado, uma diferença de 21 dias. E ele está certo: é vergonhoso que, por conta dos equívocos cometidos pelo Executivo ao longo dos anos e a péssima gestão da coisa pública, Sergipe tenha chegado a este descalabro. Tomara que os senhores deputados estaduais - passageiros do animado vagão da 1ª classe -, não aprovem o projeto de Lei autorizando o Governo a dividir em seis parcelas o 13º dos miseráveis.

Posse concorrida

Como dizem as coleguinhas colunistas sociais, o mundo político de A a Z prestigiou a posse da nova Mesa Diretora do Tribunal de Contas de Sergipe. O advogado Clóvis Barbosa foi empossado presidente, tendo como vice Susana Azevedo e como corregedor-geral Luiz Augusto Ribeiro. Carlos Alberto Souza foi empossado diretor da Escola de Contas e Carlos Pina vai cuidar da ouvidoria do TCE. Os novos diretores assumem no dia 4 de janeiro, para o biênio 2016/17.

Saia justa

O cerimonial do TCE cometeu um ato falho ao colocar o governador Jackson Barreto (PMDB) para sentar ao lado do seu maior adversário, o senador Eduardo Amorim (PSC). Durante toda a solenidade de posse, era visível o constrangimento dos dois. JB ficou o tempo todo puxando conversa com Clóvis, enquanto Amorim teve que se contentar em papear com o presidente da Assembleia, Luciano Bispo (PMDB), outro seu adversário político. Pensem numa saia justa?

Baculejo federal

Enquanto a oposição trama o impeachment da presidente Dilma Rouseff (PT), a Polícia Federal faz “baculejo” em residências famosas de Brasília. Hoje cedo, os PFs revistaram a residência oficial do presidente da Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (PMDB- RJ), em Brasília. Também foram realizadas buscas nas mansões do deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE) e do senador Edison Lobão (PMDB-MA). O objetivo da operação foi coletar provas para os inquéritos que apuram se o presidente da Câmara cometeu os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Oposição reunida

Sob a coordenação do senador Eduardo Amorim (PSC), a bancada da oposição na Assembléia se reuniu ontem em Aracaju. O principal assunto foi o Projeto de Lei autorizando o governo estadual a dividir em seis módicas parcelas o 13º dos servidores da administração direta. Participaram do encontro os deputados estaduais Valmir Monteiro (PSC), Venâncio Fonseca e Maria Mendonça – ambos do PP -, Antônio Santos (PSC), Georgeo Passos (PTC) e capitão Samuel (PSL). Ficou certado que todos votarão contra o Projeto.

Bico seco

A execução de serviço visando a ampliação da rede de abastecimento da Deso deixou Aracaju sem água nesta terça-feira (15). A interrupção no fornecimento está prevista para acabar somente começa às 18h. A estatal alerta que, caso ocorra algum imprevisto dificultando a conclusão dos serviços, o horário previsto poderá ser ultrapassado. Portanto, é bom economizar água.

Cadê o dinheiro?

A decisão do governo estadual de não pagar, neste mês, o 13º salário dos servidores, trará um grande prejuízo à economia sergipana. O não pagamento integral do benefício ao funcionalismo significa que deixarão de circular em Sergipe, só em dezembro, algo em torno de R$ 180 milhões. Pior, como o Executivo também não vai pagar em dia o salário deste mês, outros R$ 320 milhões não circularão no Estado. Ou seja, cerca de R$ 500 milhões ficarão fora da economia neste final de 2015 e começo de 2016. Uma lástima!

Olho por olho

Nunca se matou tanto em Sergipe quanto agora. Os marginais estão assassinando as pessoas por qualquer motivo e em qualquer lugar. Por outro lado, traficantes matam-se entre si na disputa por pontos de tráfico. Para se ter uma ideia da crescente violência, de sexta até domingo passado, foram registrados 18 homicídios em Sergipe. São tantos crimes que alguns corpos têm ficado horas a espera dos carros do IML para removê-los. Na ausência do Estado, as pessoas estão fazendo “justiça” na base do olho por olho, dente por dente. Que horror!

Cidadã

A professora doutora em Sociologia Sônia Meire Santos Azevedo de Jesus recebeu o Título de Cidadã sergipana. A entrega da homenagem aconteceu durante sessão especial da Assembleia Legislativa de Sergipe. A propositura é de autoria da deputada estadual Ana Lúcia (PT). A mais nova cidadã de Sergipe nasceu em São Paulo, mas reside em Aracaju há mais 33 anos, tendo, inclusive, sido a candidata do PSOL a governadora do Estado em 2014, obtendo 46.346 votos (4.61%). Taí uma homenagem pra lá de merecida!

Outra Academia

E Sergipe ganhou outra Academia. Agora é a de Letras Jurídicas, composta por 30 luminares do Direito e presidida pela professora Adélia Pessoa. O objetivo da ASLJ é resgatar e preservar a memória jurídica sergipana, além de incentivar a realização de estudos, discussões e seminários. A posse dos acadêmicos aconteceu ontem à noite, no auditório da Universidade Tiradentes. Legal!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Gazeta do Povo, em 4 de agosto de 1934.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários