Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
17/11/2015 às 08h13

Estado faliu

Estado faliu

A situação de Sergipe é de petição de miséria, está falido. Falta dinheiro para pagar em dia a folha de pessoal, a Polícia perdeu a guerra para os marginais e as estradas que cortam o estado se transformaram no paraíso para os contrabandistas. Ao reassumir a chefia do Executivo, o governador Jackson Barreto (PMDB) não escondeu a desilusão com essa situação calamitosa. Sugeriu aos auxiliares diretos que não esmoreçam, assinou ofício pedindo ajuda da Força Nacional para enfrentar a ousadia dos criminosos e oficializou o atraso dos salários em 11 dias. JB também lamentou que, por não terem recebido reajuste salarial, os bem pagos auditores da Fazenda tenham fechado os postos fiscais, escancarando os acessos de Sergipe aos muambeiros. Claro que tudo isso é conseqüência da crise financeira que assola o Brasil, mas se o governador não agir rápido, oxigenar o secretariado e adotar medidas para aumentar a arrecadação, o Estado chega ao fundo do poço. Em isso acontecendo, Jackson adicionará ao seu vasto e vitorioso currículo a pecha de o pior governador que Sergipe já teve.

É feia a crise!

O PSDB sergipano quebrou na solda: há dias, a sede do diretório estadual, em Aracaju, está com a energia cortada por falta de pagamento. Os salários dos poucos empregados não são pagos há meses, assim como o vale transporte. Não duvidem se, a qualquer momento, os tucanos forem jogados no olho da rua por atraso de aluguel. Que horror!

Preguiçosos

Entre os secretários estaduais alguns são tão preguiçosos que gemem. Quem garante é o deputado estadual Robson Viana (PMDB). Aliás, ele tem autoridade para falar isso, pois conhece muito bem todos os auxiliares do governador Jackson Barreto. Seria bom que o parlamentar desse os nomes dos indolentes. E você, sabe quem são os “come e dorme” encastelados no governo?

Rega bofe

Reunidos ontem, num restaurante de Aracaju, os deputados estaduais da oposição deixaram para definir só em 2016, quem os liderará na Assembleia. Enquanto isso, vão se ajeitando com o deputado Valmir Monteiro (PSC), guindando ao posto de líder desde que o colega Samuel Barreto (PSL) bateu em retirada. Coordenada pelo senador Eduardo Amorim (PSC), a reunião-almoço também tratou sobre as eleições municipais do ano que vem.

Banco dos réus

O Ministério Público Estadual quer ver o deputado federal João Daniel (PT) sentadinho no banco dos réus. O petista é acusado pelos promotores de ter, enquanto deputado estadual, feito mau uso das verbas de subvenção da Assembleia. A turma do MPE até acha que Daniel utilizou “laranjas” para lavar os milhões liberados pelo Legislativo sergipano. Homem, será?

Dinheiro a rodo

Diferente do que tem sido alardeado, a Prefeitura de Aracaju está nadando em dinheiro. Pelo menos é a conclusão que se chega ao lê a nota publicada hoje pelo Jornal da Cidade: “A Prefeitura de Aracaju avalia a possibilidade de criar um programa social aos moldes do “Morar Melhor”, que ACM Neto adotou em Salvador. Consiste na liberação de até R$ 5 mil para que as famílias mais pobres possam reformar seus imóveis. Se a proposta for aprovada, deverá ficar nas mãos da secretária da Família, Maria do Carmo”. Isso num ano eleitoral é um manjar para o prefeito João Alves Filho (DEM).

Justa homenagem

O ex-reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Josué Modesto dos Passos Subrinho, foi homenageado pela Assembleia com a Medalha da Ordem do Mérito Parlamentar. Autora da indicação, a deputada estadual Ana Lúcia (PT) disse que, enquanto gestor, Josué transformou profundamente a UFS, abrindo suas portas para que todos tivessem acesso ao ensino superior público. O ex-reitor compartilhou a homenagem com os colegas de trabalho da universidade.

Estatística macabra

Em pouco mais de 11 meses foram assassinadas 72 pessoas em Itabaiana. A estatística macabra revela que nos finais de semana são mortas, em média, duas pessoas naquele importante município sergipano. Quer prova maior de que a Polícia de Sergipe perdeu literalmente a guerra para os criminosos? Só Jesus na causa!

Ninguém escapa

Ninguém está livre dos criminosos. Na madrugada de hoje, uma equipe do Samu foi assaltada por três bandidos na zona norte de Aracaju. Os profissionais de saúde foram atacados no interior da casa de uma senhora com crise convulsiva. Armados de facões, os assaltantes tomaram os celulares, dinheiro e documentos dos indefesos servidores do Samu. Uma lástima!

Farra no TCE

Criado para fiscalizar as despesas alheias, o Tribunal de Contas de Sergipe não se preocupa em economizar o dinheiro do contribuinte. Prova disso é o elevado número de terceirizados que prestam serviço ao TCE. Segundo o radialista Gilmar Carvalho, aquela Corte gasta mensalmente quase R$ 1 milhão para pagar 283 empregados terceirizados. É lastimável que o TCE não faça conta do dinheiro público!

 Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Tribuna, em 24 de março de 1933.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários