Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
20/10/2015 às 08h37

Driblando a Lei

Driblando a Lei

É bom o Ministério Público ficar atento com chefes de executivos que mascaram propaganda na mídia para fazer marketing pessoal. Antiga, a prática rende bons dividendos políticos aos infratores, porém causa enormes prejuízos aos cofres públicos e ilude o cidadão. Este pensa estar lendo, ouvindo ou assistindo uma produção jornalística que, na verdade, é uma matéria paga. Para enganar os órgãos fiscalizadores, a imprensa não fatura a propaganda disfarçada, mas recebe pelo serviço superfaturando os anúncios oficiais. Além de tudo isso, os administradores também burlam o Artigo 37 da Constituição Federal, que proíbe a publicidade de “nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos”. Felizmente, não é difícil identificar a malandragem: basta atentar para a semelhança das matérias veiculadas na imprensa enaltecendo “uma grande ação” do governante infrator.

Bom senso

Reunidos ontem, os presidentes das oito associações representativas dos policiais militares decidiram adiar o ato contra a violência. A manifestação iria acontecer hoje no centro de Aracaju. O comandante em exercício da PM, coronel Jackson Nascimento, propôs a suspensão do protesto até o retorno do comandante titular, coronel Maurício Iunes, que se encontra de licença médica. Os PMs estão injuriados com os assassinatos de um sargento e um soldado por assaltantes. Contra as demais, a Associação Única manteve a decisão de fazer o protesto hoje à tarde.

Povo reage

Veja mensagem do internauta Nelson Nascimento sobre o ato de protesto dos PMs: “Peraí, peraí, peraí... Não entendi nada! Os policiais militares vão paralisar as atividades para protestar porque um sargento e um soldado foram mortos fora do horário de serviço? É brincadeira... Se a moda pega, ninguém mais trabalha. Aliás, todos os segmentos da sociedade têm motivos suficientes para cruzar os braços com base neste argumento. Diariamente, assassinam um trabalhador sem farda dos mais variados segmentos profissionais...”.

Fermento no bolo

E os prováveis candidatos a prefeito de Aracaju seguem “plantando” notinhas na imprensa local. Diariamente, se ler releases levantando a bola dos prefeituráveis. Uns apresentam suspeitas pesquisas colocando-os na dianteira, enquanto outros divulgam participações em eventos públicos. Esta é a fase de se valorizar e, também, de “queimar” os adversários do próximo embate. Quando 2016 chegar, a disputa eleitoral começa mesmo pra valer e só vencerá quem tiver cacife político e, naturalmente, muitos votos.

Contra Dilma

O governador licenciado Jackson Barreto (PMDB) não gostou nadica de nada da deselegância do presidente da Codevasf, Felipe Mendes, que veio a Sergipe e, ao menos, visitou o governo. Amplificando a queixa de JB, o secretário estadual de Comunicação, Sales Neto, cobrou de Felipe que repasse os R$ 6,5 milhões para a execução do projeto do Canal de Xingó, obra hídrica importantíssima para o sertão sergipano. Em vez de procurar o governador, o superintendente da Codevasf encheu a bola do senador Eduardo Amorim (PSC), adversário da presidente Dilma Rousseff (PT). Abra o olho, mulher!

Espaço cultural

Foi aberta ontem, a 6ª edição do Espaço Cultural Djenal Queiroz, organizado pela direção de comunicação da Assembleia. Instalado na Escola do Legislativo, o evento conta com exposição de pinturas de Helô De'Carli, Arte interativa de Edu Maia e exposição fotográfica “Tão longe, tão perto” da jornalista Débora Melo. Na solenidade de abertura, o público foi brindado com uma apresentação musical dos alunos da Escola Estadual Joaquim Vieira Sobral e o lançamento do livro “Encantatória”, de Braz Dy Vinnuh. 

Vida mansa 

Sabe quanto é a diária paga a um deputado estadual que viaja pra fora de Sergipe? Exagerados R$ 1066,00 para custear hotel, alimentação e transporte. A diária para os assessores dos “marajás” é de exatos R$ 386,00. Semana passada, 12 alegres deputados e seus assessores foram bater pernas em Brasília e, naturalmente, embolsar algumas diárias. Que maravilha!

Canal de deduragem

A Petrobras contratou uma empresa especializada em receber e analisar denúncias de irregularidades a fim de facilitar o combate à corrupção. O objetivo principal da deduragem é aprimorar e fortalecer a governança corporativa da companhia. O canal funcionará 24h por dia, com atendimento em diversos idiomas, como português, inglês e espanhol, pelo telefone. A previsão é que até o final de novembro o canal deve estar operando.

De boa

Com o título acima, o Jornal da Cidade publica hoje a nota que se segue: “Tem auditor fiscal do Estado rindo à toa por conta das paralisações semanais que o Sindifisco está promovendo. Com média salarial de aproximadamente R$ 20 mil, alguns deles trabalham um dia e folgam cinco, ou seja, se a paralisação cair no dia do seu plantão, o auditor vai ficar 10 dias de braços cruzados. É uma turma de sorte”. E bota sorte nisso!

Eleitor na web

No Portal do Tribunal Superior Eleitoral (sessão Serviços) o eleitor pode conferir sua situação. É possível verificar se está regular ou com pendências na Justiça Eleitoral, retirar diversas certidões como de quitação eleitoral, além de buscar o endereço do local onde vota, entre outras opções. No link Situação eleitoral, o cidadão pode verificar se tem alguma multa ou cancelamento de título.

Galo na panela

Até a segunda quinzena de junho de 2016, as lideranças políticas vão seguir ouvindo mais do que falando sobre as eleições municipais. Todos têm conversado com todos, mas ninguém se arrisca em fechar qualquer acordo antecipadamente. Muitos preferem cozinhar o galo enquanto esperam a definição dos adversários. Outros apalavram entendimentos, porém pedem tempo para botar o preto no branco. Haverá casos em que a chapa majoritária só será fechada no dia 30 de junho do ano que vem.

Recorte de jornal

Publicado no jornal A Notícia, em 29 de setembro de 1896.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários